Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
38ºmax
22ºmin
TAQUARAÇU

Famílias ocupam área e Prefeitura faz levantamento para medidas cabíveis

12 setembro 2011 - 16h28

Desde sábado, 10, várias famílias começaram a coupar uma terra desapropriada para loteamento no distrito de Taquaruçu. A movimentação foi intensa na manhã desta segunda-feira, 12, quando a Polícia Militar e Guarda Metropolitana se dirigiram ao local para conter a ocupação.

Mais de 200 famílias participaram da ocupação da área pública às margens do ribeirão Taquarussuzinho.

Sobre o assunto a prefeitura de Palmas informou que um levantamento está sendo realizado para que medidas legais sejam tomadas sobre a ocupação.

No local ocupado serão construídas 80 casas de interesses social através do PAC no entanto falta ainda o licenciamento ambiental para o início da obra. “As famílias a serem beneficiadas serão as que cumprem os critérios para programas habitacionais de interesse social, residentes no próprio distrito de Taquaruçu”, informou a prefeitura.

Veja a nota da prefeitura sobre a ocupação:

Nota- Ocupação de loteamento em Taquaruçu

Sobre ocupação irregular em loteamento em Taquaruçu, a Prefeitura de Palmas esclarece que a equipes de fiscalização da Gerência de Fiscalização Urbana e da Guarda Metropolitana de Palmas estão realizando um levantamento da ocupação para que sejam tomadas as medidas legais cabíveis.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), o terreno é destinado à construção de 80 unidades habitacionais de interesse social, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). As famílias a serem beneficiadas serão as que cumprem os critérios para programas habitacionais de interesse social, residentes no próprio distrito de Taquaruçu.

Atualmente, o processo para construção das unidades habitacionais aguarda o licenciamento ambiental do Naturatins. Segundo o Diretor de Planejamento Territorial da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), Elias Martins, o processo estava em análise no Naturatins e há 15 dias foi devolvido à Seduh para a realização de novos laudos geológicos. Ainda segundo Elias Martins, a secretaria está modificando o projeto urbanístico e providenciando as adequações.(Do Conexão Tocantins)
 

AO VIVO