Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
38ºmax
22ºmin
MAURILÂNDIA

Gilderlan obtém liminar e vai reassumir Prefeitura

03 novembro 2011 - 08h20

O site do Superior Tribunal de Justiça (STJ) registra que o processo SLS (Suspensão de Liminar e de Sentença) nº 1463, ajuizado pelo prefeito afastado, Gilderlan Ribeiro (PMDB), tem decisão do ministro presidente Ari Pargendler concedendo pedido do prefeito para voltar ao cargo.

O inteiro teor da decisão do ministro não está disponível no site do STJ que anota, porém, a decisão será publicada na sexta-feira, 4, no Diário da Justiça.

Dados do andamento processual relacionam o envio de telegramas com a decisão para o advogado do prefeito, José Renard de Melo Pereira, para o Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ) e para o Ministério Público Federal (MPF).

Denunciado pelo Ministério Publico Estadual (MPE) em ação que o acusa de pagar R$ 323,12 aos professores municipais e anotar na contabilidade o pagamento de R$ 1.367,34, o prefeito chegou a ser afastado inicialmente pelo juiz Océlio Nobre, mas a presidente do TJ, Jacqueline Adorno, havia concedido liminar reconduzido o prefeito ao cargo, o que gerou dois recursos (agravos regimentais), um do MPE e outro do vice-prefeito João Carlos, que já havia assumido o posto e dele foi retirado com o retorno do gestor.

No início de outubro, o Pleno julgou os recursos e afastou novamente o prefeito que, agora, no STJ, conseguiu reverter a decisão. (Lailton Costa)

AO VIVO