Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
36ºmax
23ºmin
COLINAS

Prefeito Santana promove reforma agrária

09 novembro 2011 - 09h24

O prefeito José Santana Neto está promovendo a reforma agrária no município de Colinas do Tocantins. Nesta semana foi feita a entrega de 17 títulos definitivos para os moradores do Assentamento Nova Esperança, localizado a cerca de dois quilômetros de Colinas do Tocantins. A entrega ocorreu na segunda-feira, dia 07, no próprio assentamento, contando com a presença do prefeito, secretários e dos vereadores Ricardo Parente, José Maria Ribeiro e do presidente da Câmara, vereador José Laureano Sobrinho Júnior.

Santana ressaltou a importância da entrega desses títulos aos moradores do assentamento. “É a primeira reforma agrária feita no município de Colinas sem conflitos, só dialogando com os posseiros e disponibilizando áreas que são da prefeitura para as pessoas produzirem”, afirmou.

O prefeito explicou todo o processo para a entrega desses títulos. Segundo Santana, antes de assumir este mandato, existia um grande conflito em uma área municipal, ao longo da BR-153, depois do bairro Santo Antonio. “Quando assumimos, pacificamos esta relação com os posseiros daquela região e fizemos um planejamento de ocupação. E todos aqueles que estão hoje lá assentados vão receber o título definitivo do município”, esclareceu.

O Município apresentou um projeto de Lei na Câmara Municipal para a entrega dos títulos, que foi aprovado pelos vereadores. “A partir de hoje eles estarão com o título definitivo para levar até o cartório e fazer a escrituração do seu terreno e fazer dele uma área de produção sem nenhum outro conflito”, esclareceu o prefeito.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Gleidson Jerônimo Mendonça, comentou sobre o trabalho realizado pelo Município para regularizar a situação dos moradores do assentamento, ressaltando que os trabalhadores tiveram os seus direitos garantidos e que vão fomentar ainda mais a economia do município.

Laura da Silva Cardoso, 68 anos, há cinco anos mora no local, juntamente com o seu esposo Carlos de Sousa Castro, e estava feliz com a entrega do título. “Já é uma segurança, uma garantia pra gente que mora no terreno”, disse com um sorriso nos lábios. Segundo dona Laura, o marido está pensando em investir mais no terreno, está pensando em plantar feijão e mandioca no próximo ano.

AO VIVO