Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
33ºmax
23ºmin
AUGUSTINÓPOLIS

Hospital Regional da cidade realiza curso sobre o Método Canguru

24 novembro 2011 - 12h58

O HRA – Hospital Regional de Augustinópolis, por meio do NEP – Núcleo de Educação Permanente, realiza de 28 a 30 de novembro, das 8h às 18h, na Fabic - Faculdade do Bico do Papagaio, no prédio do curso de Direito, o Curso de Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso – Método Canguru.

O curso irar capacitar profissionais nas práticas de atenção e cuidado ao recém-nascido prematuro, a fim de melhorar a humanização do atendimento, pois a capacitação técnica da equipe de saúde no atendimento ao recém-nascido de baixo peso, tendência irreversível nas práticas médicas mais modernas, e sua adoção exigem apenas informação e treinamento.

Participam Fisioterapeutas, Fonoaudiólogas, Nutricionistas, Psicólogas, Cirurgiões Dentistas, Enfermeiros, Médicos pediatras e obstetras, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem da ala obstétrica, berçário e sala de parto do HRA.

Método Canguru
É uma forma de contato pele a pele entre a mãe e o bebê prematuro. A criança, vestindo apenas uma fralda, é colocada em contato com o corpo da mãe na posição vertical, durante o tempo que ambos entenderem ser prazeroso e suficiente. Para firmar a criança de uma maneira confortável contra o peito materno, é colocada uma faixa imitando a bolsa do animal, podendo também ser praticado pelo pai ou outro familiar.

O método também incentiva o aleitamento materno, como também o contato e a troca de afetividade entre pais e bebês, diminuindo assim, o risco das infecções hospitalares.

O Método Canguru não substitui as condutas e/ou tratamentos terapêuticos, pois todo problema de saúde precisa de um diagnóstico preciso e tratamento adequado. Ele contribui no processo de recuperação da saúde e na melhoria da qualidade de vida do recém-nascido.

AO VIVO