Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
(63) 99958-5851
São Paulo
39ºmax
24ºmin
NATIVIDADE

Vereadores denunciam Joaquim do Posto no MPE

26 novembro 2011 - 08h33

Infidelidade partidária e suposto uso da máquina administrativa em benefício próprio serão objetos de ação que será protocolada nesta segunda-feira, 28, pelo presidente da Câmara de Natividade, Tiquinho (PPS) em desfavor do prefeito Joaquim Rodrigues (PR). Segundo o vereador e o presidente do diretório municipal do PSDB, Artur Ribeiro Rodrigues, o prefeito teria passado 15 dias abastecendo a frota da prefeitura em um posto de sua propriedade. Por telefone, o prefeito alegou que a medida foi tomada por falta de combustível no estabelecimento que presta serviço ao município.

O prefeito de Natividade, Joaquim Rodrigues Ferreira (PR) será denunciado na próxima segunda-feira, 28 ao Ministério Público por infidelidade partidária e suposto uso da máquina em benefício próprio. A denúncia será protocolada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Felisberto Machado (PPS), conhecido como Tiquinho, nesta sexta-feira, 25, acompanhado do vereador Marcelo Araújo (PV), do presidente do diretório municipal do PSDB, Artur Ribeiro Rodrigues e do agropecuarista Alfredo de França Rocha.

De acordo com presidente, a desfiliação do prefeito, que deixou o PV e para ingressar no PR, e do vice-prefeito, Israel Cavalcante que saiu do PTB e também se filiou ao PR aconteceu no último dia último dia 30 de setembro, segundo o presidente, configurando a infidelidade partidária, uma vez que ambos não apresentaram justificativas.

Benefício próprio
Quanto a denúncia de que o prefeito estaria fazendo uso da máquina em benefício próprio, o presidente do diretório PSDB, Artur Ribeiro, contou que por 15 dias o prefeito abasteceu a frota em posto de sua propriedade. Ribeiro destacou que o fornecimento de combustível à prefeitura já voltou a ser feito pelo posto habilitado, mas destacou que tal fato não poderia ter ocorrido.

Ainda conforme o presidente, a suspensão do abastecimento no posto do empresário Hermes Fonseca, atual presidente do Sindicato Rural do município, foi motivada por desentendimento entre o proprietário e o prefeito por conta da suposta falta de apoio da prefeitura a exposição agropecuária.

Prefeito esclarece
Por telefone, o prefeito Joaquim informou que o abastecimento da frota da prefeitura só aconteceu em seu posto no período em que faltou gasolina no estabelecimento que atende ao município. Durante entrevista, o prefeito informou que, naquele momento que não poderia dar mais esclarecimentos informando que retornaria a ligação. Contudo, até o fechamento da matéria o gestor não entrou em contato.

Outras denúncias
Ainda durante a visita, os representantes da Câmara e do diretório do PSDB confirmaram denúncias de ingerência administrativa por parte do prefeito nas áreas da saúde, segurança e políticas para a juventude enviadas ao Site RT por um morador que preferiu não se identificar.

Consta nas denúncias que os prédios públicos da Educação estariam em péssimas condições e os funcionários públicos desmotivados. Quanto a falta de segurança no município, os vereadores confirmaram que o descaso pode ser constatado pelos crimes e pelo tráfico de drogas que tem levado insegurança aos moradores.

Com relação à falta de medicamento inclusive dos remédios assegurados pelo SUS, para combate a hipertensão e diabetes, por exemplo, os vereadores confirmaram o fato e descreveram que a situação é caótica assim como contou o morador.

Juventude
Ainda de acordo com os vereadores, a secretaria da Juventude está fechada e a falta de atividades e projetos que promovam a integração é sentida pela população. Segundo o que foi informado, a falta políticas de combate as drogas tem sido um dos motivos para o alto consumo do produto entre os jovens. (Do site RT)
 

AO VIVO