Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
28ºmax
21ºmin
PALMAS

Prefeita reage e anuncia novos leitos e atendimento exclusivo para Covid em UPA

02 março 2021 - 10h23Por Redação

Após ser alvo de duras críticas nos últimos dias sobre a forma como vem conduzindo o enfrentamento à pandemia na capital, a Prefeitura de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), confirmou nesta segunda-feira (01), novas e importantes medidas para ampliar o atendimento aos casos graves de Covid-19 no município.

O anúncio foi realizado pela gestora em um vídeo publicado nas redes sociais. Entre as novas medidas a serem implantadas, está a ampliação de 12 leitos de estabilização nas Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Palmas. Serão cinco na UPA Sul e mais sete na UPA Norte.

Além disso, a UPA Sul passará a ser destinada exclusivamente para o atendimento dos pacientes com suspeita de Covid-19. Ainda segundo Cinthia, as mudanças já começarão a valer a partir da próxima segunda-feira.

Outra mudança, será a requisição de um imóvel que fica na frente da Unidade de Saúde da Família José Hermes, no setor Lago Sul, que irá passar por uma adaptação para atender urgências e emergências dos pacientes da UPA Sul.

"Até o dia 14 de março nós queremos chegar a 40 novos leitos de estabilização, com respiradores, nas nossas UPAs. Totalizando 81 leitos de estabilização nas duas unidades. Essa ampliação será possível quando o atendimento de urgência e emergência for transferido para a Unidade de Saúde José Hermes", explicou a gestora.

Os leitos de estabilização terão estruturas semelhantes a UTI e contarão com os mesmos equipamentos que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) usa. Também serão redistribuídos o quadro de profissionais da saúde e serão contratados mais médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem para atenderem nos novos leitos.

Serão requisitados ainda mais medicamentos para o tratamento de pacientes. A prefeita ainda anunciou a contratação, por meio de requisição, seis leitos clínicos de um hospital privado. No entanto ainda não foi informado quando esses leitos estarão disponíveis para atendimento.

Decretos

A prefeitura da capital publicou um novo decreto, na última sexta-feira (26), com novas medidas de restrições na tentativa de conter o avanço da pandemia no município.

Segundo o texto, as atividades presenciais em escolas, berçários cursinhos, públicos ou particulares e instituições de ensino superior estão suspensas. Assim como também foi determinado a utilização de 100% da frota de transporte público coletivo com lotação de no máximo, 50% da capacidade total.

Em relação aos serviços públicos, o trabalho será realizado na modalidade home office para as entidades do município que não exijam a permanência nos prédios públicos.

As novas medidas começaram a valer já nesta segunda-feira (01) e continuarão, caso não seja prorrogado, até o próximo dia 15. O descumprimento da decisão poderá resultar em sanções administrativas, cíveis e criminais para os responsáveis.

A fiscalização será realizada pela Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais. Além da possibilidade do uso das forças de segurança do estado.

Dados epidemiológicos

Palmas é a cidade do Estado mais afetada pela pandemia. Desde o início, já foram registrados 28.381 casos confirmados da doença e 267 mortes foram registradas.

Até o último boletim, 2,7 mil pessoas seguem em isolamento e 144 pacientes estão internados. A taxa de ocupação hospitalar da cidade atingiu a marca de 81%, segundo os dados da Secretaria Municipal de Saúde.

AO VIVO