Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
30ºmax
22ºmin
ARAGUAÍNA

Prefeito anuncia leitos até em UPA fechada mas garante: "UPA aberta nunca esteve tão vazia"

24 março 2020 - 11h13Por Redação

Durante transmissão ao vivo, o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, anunciou duras medidas de enfrentamento ao Coronavírus na cidade incluindo o fechamento de comércios, restrições e até proibições de alguns meios de transporte público.

Comércio

Serviços essenciais continuarão funcionando mas salões de beleza, estética, barbearia, centros comerciais, galerias e outros estabelecimentos deverão suspender o atendimento a clientes.  

Velórios

O município também decretou a restrição relacionada a velórios  que ficam proibidos de serem realizados em residências. De acordo com a nova medida, os velórios deverão ser feitos em lugares preparados e adequados para tal finalidade, tais como funerárias e cemitérios com o mímino de pessoas possíveis para evitar aglomerações. 

Durante a sua fala, o prefeito destacou que nas agências bancárias apesar de o atendimento ser restrito apenas ao uso do caixa eletrônico, poderão atender presencialmente casos excepcionais de pessoas com doenças graves sem condições de usar o equipamento. 

Supermercados

Dimas afirmou que fez uma solicitação às grandes redes de hipermercados instaladas na cidade para que pudessem manter pelo menos uma loja com funcionamento 24 horas para evitar aglomerações. "Espero que nosso pedido seja atendido", observou. 

Apesar de poderem ficar abertos, os comércios devem seguir recomendações, tais como a disponibilidade de àlcool em gel para funcionários e clientes e o mímino possível de consumidores transitando no ambiente. "No máximo um cliente a cada dez metros quadrados" e completa "Nas filas deverão ser mantidas uma distância de pelo menos 2 metros por pessoa". 

As conveniências também estão autorizadas a abrirem as portas mas fica expressamente proibido o consumo no local. "É comprar e ir pra casa!", recomenda o gestor.

Saúde Pública

Questionado sobre o acolhimento de pessoas em situação de rua, o prefeito afirma que duas unidades de saúde estarão atendendo essas pessoas, sendo uma no Bairro JK  e outra no setor Couto. O prefeito garantiu que a escola municipal Benedito Canuto que fica perto dessa segunda unidade Básica estará disponível com profissionais da Assistência Social para atender a essas pessoas. 

Em relação à necessidade de atendimento da população em unidades de saúde, o prefeito afirma que todas as providências possíveis estão sendo tomadas. Segundo ele, no Hospital e Maternidade Dom Orione estão sendo disponibilizados 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atender possíveis casos de Covid-19. 

Além disso, o prefeito afirma que no prédio onde deveria funcionar a UPA Vila Norte, o município está preparando o espaço para a implantação de diversos leitos para atendimentos emergenciais no caso de Covid-19.

Dimas ressaltou ainda que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Araguaína Sul, única que atende toda a demanda da região estaria funcionando no momento sem muita demanda. "A UPA nunca esteve tão vazia! Diminuiu atividade econômica, festas, movimento grande e em consequência disso, todo o trabalho diminui", observa o prefeito. 

Testes Rápidos

Ainda durante a entrevista online, Ronaldo Dimas falou sobre a realização de testes rápidos para Covid-19. Dimas reconheceu a demora de receber resultados e afirmou que o município adquiriu 1 mil testes para Araguaína que deverão estar disponíveis a partir desta quarta-feira (25), na cidade. O gestor ressaltou que as pessoas que serão submetidas aos testes passarão por uma avaliação criteriosa de um corpo técnico de profissionais da saúde. 

Por fim, o prefeito disse que o decreto entra em vigor a partir de amanhã (25) até o próximo 5 de abril e pode ser prorrogado. 

AO VIVO