Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
36ºmax
23ºmin
GRUPO PRIORITÁRIO

Prefeitura prorroga vacinação contra a gripe nas UBSs de Araguaína

02 julho 2020 - 10h46

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, 32.323 pessoas foram imunizadas contra o vírus da gripe em Araguaína durante a campanha de vacinação. Pelo menos 10.877 pessoas do público-alvo ainda precisam ser vacinadas para que a cidade alcance a meta de imunização de 90%, por isso a dose continuará sendo disponibilizada para os grupos prioritários nas unidades básicas de saúde da cidade.

Atualmente, cerca de 48 mil pessoas fazem parte do público-alvo da campanha em Araguaína que foi encerrada na última terça-feira (30). Segundo a coordenadora de imunização do Município, Laís Lima, a meta de vacinação das pessoas acima de 60 anos e dos profissionais da saúde já foi alcançada, mas os outros grupos prioritários como motoristas de transporte coletivo, indígenas e pessoas com doenças crônicas, tiveram uma procura considerada baixa.

“A baixa procura pela vacina nas unidades básicas de saúde é uma realidade em todo o País devido à pandemia. As pessoas deixam de procurar as unidades básicas por conta do medo de contaminação pela covid-19, que é totalmente compreensível, porém a Secretaria Municipal da Saúde está tomando todas medidas necessárias para reduzir os riscos de contaminação”, esclareceu a coordenadora.
 
UBS abastecidas

Aproximadamente 13.800 doses estão sendo distribuídas entre as 15 unidades básicas de saúde da cidade, que continuarão atendendo os grupos prioritários até o dia 24 de julho. O último levantamento feito pela Saúde de Araguaína apontou que muitos grupos prioritários alcançaram menos de 50% da meta de vacinação, como o de crianças de seis meses a menores de seis anos, com 41% e as mulheres no pós-parto até 45 dias, que teve uma das procuras mais baixas, com 33%.
“Durante esse período de pandemia da covid-19, não podemos esquecer da importância da imunização contra o vírus da Influenza, que também está em circulação no país; é um vírus de alta gravidade e pode causar hospitalizações e óbitos”, alertou a coordenadora municipal de Imunização.
 
Quem deve vacinar

Todas as pessoas que se enquadram dentro dos grupos prioritários ainda podem vacinar. Na lista estão os idosos e trabalhadores da Saúde; motoristas de transporte coletivo; indígenas; jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis; presos e funcionários do sistema prisional. Além de crianças de seis meses a menores de seis anos; gestantes; pessoas com deficiências; mulheres no pós-parto até 45 dias; adultos de 55 a 59 anos e professores das redes pública e privada.

Locais de vacinação

UBS Avany Galdino da Silva (Rua Gonçalves Lêdo, nº 1.217 – São João);

UBS Bairro de Fátima (Rua Padre Anchieta, s/nº, Bairro de Fátima);

UBS Couto Magalhães (Avenida Perimetral, s/nº, Setor Couto Magalhães);

UBS Dr. Dantas (Rua CE, quadra 22, lote 1, Setor Jardim Costa Esmeralda);

UBS Dr. Francisco Barbosa de Brito (Rua A esquina c/ Rua L, Vila Aliança);

UBS José Ronaldo Pereira da Costa (Rua 09, quadra 1, lote 1, Setor Dom Orione);

UBS Lago Azul (Avenida Araguaia, quadra 4, lote 02, Parque do Lago);

UBS Manoel dos Reis Lima (Rua das Hortências, nº 46, Setor Jardim das Flores);

UBS Manoel Maria Dias de Brito (Rua dos Ingaxixes, quadra 28, lote 1, Setor Cimba);

UBS Nova Araguaína (Rua 19, s/nº, Setor Nova Araguaína);

UBS Novo Horizonte (Avenida Araguaia, s/nº, Novo Horizonte);

UBS Palmeiras do Norte (Rua das Camélias, nº 1055, Setor Palmeiras do Norte);

UBS Ponte (Rua Joaquim Caboclo, s/nº, Setor Ponte);

UBS Senador Benedito Vicente Ferreira – (Rua 07, nº 07, Setor José Ferreira);

UBS Setor Barros (Avenida Bernardo Saião, nº 1082, Setor Barros).

AO VIVO