Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
23ºmin
CORONAVÍRUS

Prefeituras seguem governo e suspendem aulas; UFT e IFTO também cancelam atividades

16 março 2020 - 09h39Por Redação

O Tocantins iniciou essa segunda-feira (16) com diversas atividades suspensas em várias cidades do Estado com o objetivo de conter o avanço do Coronavírus. Apesar de haver apenas casos suspeitos no Tocantins, as ações visam a prevenção do contágio em massa. Aulas na rede estadual estão suspensas esta semana e alguns municípios também decidiram tomar a mesma decisão.

O Governo do Estado foi o primeiro a manifestar através de Decreto publicado na sexta-feira (13), determinando a suspensão, pelo período de 16 a 20 de março de 2020 (na semana que vem), de todas as atividades educacionais nas unidades escolares da Rede Pública Estadual de Ensino e na Universidade Estadual do Tocantins (Unitins). A decisão foi seguida, na capital e até em institutições federais no Estado.

IFTO

O Instituto Federal do Tocantins (IFTO) publicou na sexta-feira, 13, a Portaria nº 319/2020/REI/IFTO  que suspende preventivamente as aulas na instituição, durante o período de 16 a 20 de março, acerca do estado de pandemia causado pelo COVID-19. O IFTO informou ainda que as atividades administrativas continuarão sendo realizadas normalmente a fim de organizar planos de trabalho, caso, futuramente, haja suspensão de todas atividades na instituição.

UFT

A Reitoria da Universidade Federal do Tocantins (UFT) publicou comunicado em sua página, informando que as aulas desta segunda-feira (16) de todos os câmpus estão suspensas como medida preventiva ao Covid-19.

Ainda de acordo com a Reitoria, o comitê de governança se reunirá hoje para discutir as demais medidas em relação ao andamento das atividades técnico-administrativas e acadêmicas.

As medidas devem ser apresentadas ainda hoje por meio de um novo comunicado oficial.

Prefeituras do Tocantins também estão tomando medidas de enfrentamento e prevenção co Coronavírus. Algumas suspenderam aulas e aglomerações em massa.

Palmas

No sábado (14), a prefeita de Palmas Cínthia Ribeiro decidiu decretar  situação de emergência em saúde pública no Município em resposta às medidas de enfrentamento à pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19). O Decreto estabelece que a partir deste sábado, 14, ficam suspensos os eventos em locais de concentração de massa, inclusive àqueles já autorizados pelo Município. A medida também suspende as aulas na rede pública municipal e as atividades do Centro de Criatividade da Fundação Cultural de Palmas, as aulas e apresentações da Orquestra e Coral Jovem da Guarda Metropolitana, medidas que podem ser reavaliadas a qualquer momento. 

O secretário Municipal da Saúde de Palmas, Daniel Borini Zemuner, destacou que: “Embora Palmas não tenha nenhum caso de contaminação confirmado pelo novo coronavírus, a medida tem caráter cautelar e é mais uma estratégia para conter a disseminação da doença, que é infecciosa e transmitida pela via respiratória”, explicou.

Colinas do Tocantins

O prefeito de Colinas (TO), Adriano Rabelo como medida de prevenção ao coronavírus, por meio do decreto nº 17/2020, também suspendeu as aulas na Rede Municipal de Ensino entre os dias, 16 e 20 desde mês. Com o decreto, a realização de eventos e atividades que envolvam aglomeração de pessoas, como eventos esportivos, shows, feiras, eventos científicos e outros, também ficam suspensos no Município, no mesmo período.

A Prefeitura informou em nota que por meio das secretarias da Saúde e Educação criaram comitê, com pessoas preparadas para levar informações, com medidas de proteção ao coronavírus. A secretaria de Saúde terá plano de contingência, para conter emergência de saúde pública, de enfrentamento a pandemia.

Seguindo protocolos do Ministério da Saúde, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde orienta que, as pessoas evitem aglomerações se estiverem doentes e por medidas de precaução quem apresentar algum sintoma de gripe comum, devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS), mais próxima. 

No Município nenhum caso suspeito de coronavírus foi confirmado. Estão sendo monitoradas algumas pessoas que estão e estiveram hospedadas na cidade e munícipes que viajaram recentemente para outros países.

Miracema do Tocantins

O prefeito de Miracema do Tocantins, Saulo Milhomem, também assinou um decreto que determina a suspensão de todas as atividades educacionais nas unidades escolares da Rede Pública Municipal de Ensino do município de hoje até o próximo dia 20 de março.

De acordo com o documento assinado pelo Prefeito, a suspensão pode ser prorrogada se houver comprovação da necessidade e da conveniência, segundo os próximos boletins oficiais emitidos pelos órgãos de saúde do país e deste Estado, bem como pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O gestor municipal considera o momento de incertezas e afirma que é necessário que a população se previna. “Devemos seguir as orientações do Comitê de Crise, implantado pelo Governo do Estado na quinta-feira, 12, que após discussões com vários órgãos e instituições competentes, viu a suspensão das aulas e demais medidas como ações preventivas do coronavírus”, ponderou.

Paraíso do Tocantins 

Hoje, a Prefeitura de Paraíso do Tocantins, por meio do prefeito Moisés Avelino encaminhou comunicado à imprensa informando que que todas as atividades Educacionais, Sociais, Esportivas e Culturais, desenvolvidas pelas escolas da Rede Municipal de ensino, grupos atendidos na Assistência Social, escolinhas de iniciação esportivas, além de Eventos e Ações Culturais, Esportivos e de formação, promovidos pela Gestão Municipal, estarão suspensos no período de 16 a 20 de março de 2020.

A recomendação de suspensão aplica-se no momento a escolas e creches, as atividades do Centro de Convivência dos Idosos (CCI), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (para crianças e adolescentes), Centro Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Escola de Artes Cora Coralina, Escolinhas de Iniciação Esportiva do Município, eventos e ações Esportivas. Nestas áreas o trabalho ocorre internamente de forma administrativa.

A Gestão Municipal informa ainda, que foi aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde, nesta segunda-feira, dia 16, o Plano Municipal de Contingência para o Covid – 19. Técnicos da Secretaria de Saúde orientarão todas as Unidades Básicas de Saúde, CEO, Policlínica e CAPS sobre o fluxo a ser seguido para diminuição dos impactos sociais de transmissão por coronavírus.

A Prefeitura esclare ainda, que até o momento não há nenhum caso confirmado de coronavírus em Paraíso do Tocantins, e nem no Estado do Tocantins. E orienta que as medidas tomadas são preventivas e que as pessoas devem procurar informações/respostas nos meios de comunicação oficiais atualizados.

Araguaína

Com um caso suspeito de Coronavírus em internação domiciliar, a Prefeitura de Araguaína divulgou durante coletiva de imprensa na sexta-feira (13), um plano municipal de contingência para o novo coronavírus, o Covid-19, e a estrutura de Equipe de Resposta Rápida. Segundo o município, serão ações em bares, restaurantes e outros locais públicos. Apesar da suspeita, o município manteve a realização das provas do concurso do Quadro Geral aplicadas neste final de semana. O certame teve cerca de 30 mil inscritos. 

Também foi anunciado um protocolo de atendimento para diferentes tipos de gravidade para evitar possíveis contágios. Todas as unidades básicas de saúde (UBS) receberam o protocolo e seis delas foram escolhidas para oferecer atendimento especial aos casos de sintomas leves: UBS Avany Galdino, no Bairro São João; UBS Lago Azul, no Parque do Lago; UBS Dr. Francisco, na Vila Aliança; UBS José Rezende, no setor Alto Bonito; UBS Couto Magalhães, no setor Couto; e UBS Dr. Dantas, no setor Costa Esmeralda.
 
Já os casos com fortes sintomas devem ir à Unidade de Pronto de Atendimento (UPA). “Quem vai decidir a internação ou não do paciente será o médico. Se não for caso de internação, o paciente ficará em isolamento domiciliar para observação”, explicou a superintende municipal de Atendimento Especializado, Ana Paula Andrade.
 
Todos os casos com sintomas leves deverão ficar em isolamento domiciliar, onde receberão atendimento da UBS mais próxima. Para as visitas dos servidores da Saúde foram mobilizados três carros e ainda uma Unidade de Suporte Básico (USB) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192).

AO VIVO