Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
31ºmax
23ºmin
ORDEM ASSINADA

Primeira etapa de Hospital Municipal deve ficar pronta em 45 dias, afirma prefeito

06 agosto 2020 - 09h10

O Prefeito Ronaldo Dimas assinou na manhã desta quarta-feira, 5, a ordem de serviço para dar início às obras de construção do Hospital Municipal Eduardo Medrado (HMEM). A unidade será instalada em uma área do Município localizada no Setor Jardins das Flores. 

“Sabemos que uma obra como essa demanda tempo para ser iniciada, em função de todos os trâmites legais, mas com a realidade que a pandemia trouxe, conseguimos adiantar e então dar início à unidade, sendo nessa etapa a construção de leitos de UTI que já de imediato atenderão nossa população”, destacou o prefeito Ronaldo Dimas. 

A primeira etapa da sede própria do Hospital Municipal, prevista para começar nos próximos dias, servirá temporariamente como hospital de campanha com 60 leitos para tratamento da covid-19, sendo 20 em unidade de terapia intensiva e 40 clínicos que serão anexados futuramente ao restante da obra.  

A previsão é de que essa etapa fique pronta em 45 dias. 

O Hospital 

A obra prevê um investimento total de mais de R$ 22,9 milhões, sendo R$ 19,3 milhões oriundos de emenda impositiva da bancada federal tocantinense e R$ 3,5 milhões do Tesouro Municipal. 

O novo prédio ficará localizado no Setor Jardim das Flores e terá uma área de aproximadamente nove mil metros quadrados, com possibilidade de ampliação vertical no futuro, podendo chegar a mais de 15.000 m². 
 
A unidade contará com ambulatório de pediatria e cirurgia ambulatorial de adultos; salas de pesquisa química, coleta e imagens; pronto atendimento de urgência e emergência; hall de entrada, onde será feito o acolhimento de pacientes; alas de internação; centro cirúrgico; capela ecumênica; salas para administração; sala de suprimentos e almoxarifado; espaço para farmácia e nutrição; e a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica.
 
Atendimento especializado

O Hospital Municipal de Araguaína é referência para região Macrocentro Norte, atendendo a pacientes de Araguaína e toda a região em baixa e média complexidades na área de pediatria. É administrado pelo Instituto de Saúde e Cidadania (ISAC) e atende com 60 leitos. A Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Pediátrica também fica localizada no prédio e conta com 10 leitos. 

A unidade é modelo na realização de cirurgias cardíacas pediátricas, sendo a terceira a implantar o serviço em toda a região. Até então crianças que necessitavam de uma cirurgia cardíaca eram transferidas para hospitais de estados como Goiás e Minas Gerais.

Em menos de um ano, 27 crianças já foram salvas com o procedimento que também já está sendo realizado em recém-nascidos. Caso essas crianças tivessem que ser transferidas para outros estados, o custo ultrapassaria os R$ 9,5 milhões, suficientes para custear toda a operação da UTI pediátrica por quase um ano.

AO VIVO