Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
23ºmin
URGENTE!

Primeira morte por Covid-19 é confirmada no Tocantins; vítima é servidora da Saúde

14 abril 2020 - 23h06Por Redação

A primeira morte por Coronavírus no Tocantins acaba de ser confirmada na noite desta terça-feira (14), em Palmas, capital do Estado. 

A notícia foi dada pela prefeita Cínthia Ribeiro em seu perfil no Twitter. Na postagem, a gestora informou que a vítima fatal era uma servidora pública conhecida como, Romana e que atuava na Secretaria Municial de Saúde (Semus).

Perfil e histórico da paciente

Francisca Romana Chaves, tinha 47 anos e atuava como Assistente Social na Semus. Ela faleceu hoje à noite enquanto estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular da capital. Romana era hipertensa, teve contato com um dos casos confirmados de Covid-19 no Estado e procurou o hospital apresentando sintomas como febre, tosse, quando seu estado de saúde agravou e acabou internada por mais de uma semana na UTI da unidade.

Romana era a única paciente monitorada que estava internada na capital, os demais casos notificados permanecem em isolamento domiciliar, sendo que sete deles já não apresentam mais sintomas do vírus.  

Casos confirmados nesta terça

No Boletim Diário da Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgado hoje sobre a situação do Coronavírus no Tocantins, foi confirmado um novo caso em Palmas. A paciente da capital é uma mulher de 23 anos, com histórico de contato com um caso confirmado da cidade. A SES ressalta que os dados contidos no boletim estadual são consolidados com resultados de exames realizados no Lacen e notificações recebidas dos municípios até as 17h.

Pouco antes do boletim estadual, a prefeitura de Tocantinópolis através das redes sociais, anunciou o primeiro caso confirmado em Tocantinópolis, região do Bico do Papagaio. A paciente é uma moradora de 67 anos que testou positivo para o Covid-19, o exame foi realizado em um laboratório particular de Imperatriz (MA). Ela chegou a ser internada na cidade maranhense após apresentar problemas respiratórios, mas já está de volta à cidade, onde permanece em isolamento domiciliar e segue monitorada por uma equipe de Saúde do município. De acordo com o boletim municipal, a idosa não apresenta complicações neste momento.

Somando os dois casos confirmados hoje, sendo um pelo Estado e outro pelo município de Tocantinópolis, o Tocantins contabiliza agora 28 infectados, nos municípios de Palmas (18), Araguaína (6), Gurupi (1), Dianópolis (1), Paraíso do Tocantins (1), Cariri do Tocantins (1), Tocantinópolis (1) e agora o primeiro óbito na capital. 

Com o falecimento da servidora pública, o Tocantins deixa de ser o único Estado brasileiro sem registro de mortes pelo novo Coronavírus.

Flexibilização do Comércio

O Comitê de Crise estadual sobre o Coronavírus decidiu após reunião na segunda-feira (13), recomendar aos prefeitos a liberação gradativa da atividade econômica nas cidades afetadas por decretos municipais que estão restringindo o funcionamento do comércio. Dentre os argumentos levantados para a decisão, o Comitê formado por integrantes do Tribunal de Justiça (TJ), Defensoria Pública Estadual (DPE), entre outras importantes entidades, afirma ter levado em conta que o Tocantins ocupa a última posição no ranking de classificação por unidade federada dos casos de confirmação da Covid-19, contabilizando até aquele momento o número de 16,3 casos para cada milhão de habitantes e ainda sendo o único Estado a não registrar óbitos.

Palmas

Em Palmas, a prefeita Cínthia Ribeiro questionou a postura tomada pelo comitê e reafirmou nesta terça-feira (14), que não vai atender ao decreto estadual de liberação dos estabelecimentos que realizam atividades e serviços não essenciais. Em nota, o município afirmou que tem um plano próprio de flexibilização e o documento emitido pelo Estado não traz elementos técnicos que ofereçam segurança.

Desde a semana passada, o município tem colocado em prática medidas de flexibilização, a exemplo disso, as Lotéricas que foram autorizadas a reabrir e nesta terça, a Feira da 304 Sul também voltou a funcionar com regras específicas para a quantidade de feirantes, consumidores no local e outros detalhes relacionados à higienização do espaço. 

Araguaína

Em Araguaína, o prefeito Ronaldo Dimas também vem realizando medidas gradativas de funcionamento do comércio desde a semana passada. Também com regras específicas, as feiras livres voltaram a funcionar e hoje depois de se reunir com proprietários, o gestor decidiu também autorizar a reabertura de restaurantes e academias na cidade.

Uma das justificativas defendidas por Dimas é a redução dos casos suspeitos e positivos do coronavírus no Município, além da melhoria do sistema hospitalar e de exames.

AO VIVO