Menu
Busca domingo, 26 de setembro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
36ºmax
24ºmin
EM PALMAS

Rede municipal inicia transmissão ao vivo das aulas presenciais para todos os alunos

16 agosto 2021 - 16h45Por Prefeitura de Palmas

Teve início nesta segunda-feira, 16, a transmissão on-line e ao vivo das salas interativas da rede municipal de ensino, mais uma alternativa no retorno híbrido de estudos que veio ofertar de forma igualitária, o acesso à educação nesse momento de pandemia onde nem todos os pais autorizaram seus filhos a retornarem para a escola. As aulas interativas presenciais estão sendo transmitidas pelo canal Palmas Home School no YouTube e estão disponíveis a todos os alunos da rede, independentemente da unidade de ensino em que estiverem matriculados.

As aulas, que são presenciais para os alunos da escola, podem ser acessadas pelos demais alunos da rede em tempo real. Outra vantagem é que o vídeo da aula fica disponível para acesso, inclusive para sanar dúvidas ou para reforço.

A superintendente de Gestão Escolar, Rosângela Ribeiro enfatiza que as mesmas áreas de conhecimento e componentes curriculares estão disponíveis para todos os alunos da rede e todos os conteúdos aplicados nas aulas das salas interativas estão sendo trabalhados alinhados com o Documento Curricular do Tocantins (DCT).

Rosângela ressalta ainda que nesse momento do ensino remoto é importante o apoio das famílias para que os alunos participem efetivamente das aulas interativas on-line porque na semana seguinte eles estarão na sala de aula presencial. “É necessário que haja esse alinhamento do processo ensino/aprendizagem porque senão o estudo ficará fragmentado. Se o aluno participar só do ensino presencial e não participar do remoto, não haverá uma sequência do objeto de conhecimento”, ressaltou.

Para a professora Dayanna Lustosa Dias, responsável pelas aulas de Ciências do 6º ao 9º ano, que estão sendo transmitidas a partir da ETI Almirante Tamandaré, destaca que as salas interativas além de fazer com que os alunos tenham um maior contato com ferramentas e aplicativos que aliam a teoria com a prática, servem também para alinhar os conteúdos de aprendizagens em toda a rede. “O bacana é que o mesmo conteúdo que está sendo dado em sala de aula está sendo transmitido em tempo real para os alunos que estão em casa e que mesmo separados fisicamente, há uma interação entre eles”.

Dayanna destacou ainda que a Secretaria Municipal da Educação está promovendo formações para os profissionais que estão à frente do projeto que contribui com a prática da sala de aula. “As formações nos ensinam a utilizar ferramentas de atividades complementares, como jogos interativos que aliam a teoria à prática. Outro diferencial nesse projeto é que nós fazemos o planejamento pedagógico coletivamente, de forma interdisciplinar envolvendo todas as áreas de conhecimento e isso facilita muito nosso trabalho”, afirmou.

O aluno da Escola Municipal Anne Frank, João Pedro Franco afirma que o sistema híbrido não é o que ele esperava para o retorno, pois o ensino presencial é muito mais eficaz para assimilar o conteúdo, mas que as aulas interativas são uma boa alternativa considerando o contexto da pandemia. "Acredito que estejam todos ansiosos pelo retorno totalmente presencial. Até lá, acredito que a ideia das salas interativas possa dar certo", disse.

Transmissão das aulas

Para a implementação das salas interativas foram selecionadas unidades educacionais que receberam estrutura para transmissão ao vivo das aulas, compondo salas estúdio com computadores, acesso à internet, câmera e microfone.

As aulas para os alunos do 1º ano estão sendo transmitidas a partir da ETI Olga Benário. A ETI Anísio Teixeira será responsável pelas aulas para as turmas de 2º ano; o polo de transmissão das aulas do 3º ano será a ETI Pedro Pereira Piagem; o do 4º ano é na ETI Luiz Rodrigues Monteiro e o do 5º ano está localizado na ETI Margarida Lemos. No caso dos estudantes do 6º ao 9º ano, as transmissões são realizadas a partir da ETI Almirante Tamandaré.

“Assim acontecerá com as demais séries, ou seja, com aulas transmitidas a partir de outras unidades escolares. Conseguimos implementar esta alternativa de ensino após realizar um alinhamento de conteúdo nos objetos de aprendizagem. Assim, independentemente da escola em que estiver matriculado, o aluno pode assistir ao vivo ou em outro momento, aumentando as possibilidades de acesso ao conteúdo”, explica.

AO VIVO