Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
31ºmax
23ºmin
LINHA DE FRENTE

Relatório aponta que Araguaína concentra maior número de profissionais da Saúde infectados pela Covid no TO

08 junho 2020 - 11h33Por Redação

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgou hoje (08), um relatório situacional do Tocantins relativo à pandemia. Os dados foram registrados até o dia 4 de junho e trazem entre outras informações, o número de profissionais da saúde que já foram infectados pela Covid, contratação de novos trabalhadores e situação dos leitos na rede hospitalar do Estado. 

De acordo com a SES, o Estado conta com cerca de 12.577 servidores no quadro da Saúde, destes, 9.693 estão lotados nas unidades hospitalares sob gestão estadual, ou seja 77,06%, segundo dados do Sistema de RH no mês de maio. 

Novas Contratações

A Secretaria ressalta que ao longo da pandemia está em processo de ampliação e reposição da força de trabalho, diante do fato de profissionais estarem sendo infectados pela doença. A pasta ressalta o edital do dia 20 de maio publicado no Diário Oficial e que visa à contratação para prestação de serviço no combate ao Coronavírus dos seguintes profissionais: assistente social, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico, nutricionista, psicólogo e técnico (a) de enfermagem.

O processo seletivo encerrou as inscrições no dia 29 de maio e registrou 1.854 candidatos. Até a data deste relatório, 564 destes já começaram a atuar no Estado.

Profissionais Infectados

O relatório também apresenta o monitoramento dos casos de profissionais infectados e segundo os dados,  171 confirmados com Covid no Tocantins são trabalhadores da rede estadual.

O relatório observa que o percentual de contaminação entre os trabalhadores de saúde é de 1,35%, número considerado muito reduzido se comparado com os dados nacionais, cujo o percentual é de 15,9%, segundo informado no Boletim Epidemiológico Especial do Ministério da Saúde nº 16 do último dia 19 de maio. 

A Superintendência de Gestão Profissional e Educação na Saúde por meio da área técnica afirma que monitora diariamente, a situação da disposição da força de trabalho nas unidades hospitalares gerenciadas pelo Estado e garante que os profissionais diagnosticados recebem todo o apoio técnico e psicológico necessários para a recuperação. 

Ainda sobre esse assunto, os números indicam que a maioria dos casos de profissionais da Saúde com a Covid se concentram em 6 hospitais da rede estadual, sendo que Araguaína de longe, é a cidade com maior incidência neste sentido. Os dados mostram que até o momento, 53 trabalhadores foram diagnosticados com a doença no Hospital Regional de Araguaína (HRA), sendo que 39 deles estão recuperados e 26 continuam em isolamento, o que representa 30,99% de todos os profissionais acometidos pela Covid na rede Estadual.

Confira a tabela abaixo que mostra o número de servidores da Saúde contaminados por Hospital da rede pública estadual. 

Indenizações e Pagamento de Plantões Extraordinários

Como forma de reconhecer o trabalho executado pelos profissionais de saúde neste período de pandemia da Covid-19, o governador do Tocantins, Mauro Carlesse, assinou na semana passada, duas Medidas Provisórias (MPs), sendo uma para instituir indenização financeira extraordinária, para servidores que trabalham em unidade hospitalar e exercem atividades exclusivamente nas alas de tratamento da Covid-19 e outra MP que versa sobre o pagamento de plantões extraordinários a profissionais do Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen/TO), do Hemocentro e da Diretoria de Regulação de Leitos.

A implantação do pagamento de indenização financeira para os profissionais de saúde que atuam na linha de frente dos casos da Covid-19, já havia sido anunciada pelo governador Mauro Carlesse no último dia, 1º de junho, durante reunião por videoconferência do Comitê de Crise para Prevenção do novo Coronavírus (Covid-19).

De acordo com o Governador, as medidas anunciadas mostram o quanto o Governo do Tocantins está empenhado no combate à Covid-19 e também, em reconhecer profissionais que estão colocando suas vidas em risco em prol de um bem maior coletivo.

Leitos Clínicos e de UTIs Covid

O relatório também trouxe o quantitativo de leitos exclusivos para tratamento de pacientes com a Covid na rede pública Estadual. Conforme os dados, atualmente são 139 leitos clínicos e 54 de UTI, com retaguarda dos 9 leitos de estabilização, com capacidade de atendimento de urgência e emergência distribuídos em 20 unidades da rede hospitalar do Estado.

Em Araguaína por exemplo, o Estado conta com 6 leitos clínicos e 10 leitos de UTI no Hospital Regional de Araguaína (HRA), 10 leitos clínicos no Hospital de Doenças Tropicais (HDT) e mais 10 leitos de UTI no Hospital e Maternidade Dom Orione (HMDO).

O documento ainda apresenta uma observação sobre o funcionamento desses leitos, relacionada a fatores que interferem na utilização dos mesmos, como por exemplo, os afastamentos de profissionais, fazendo com que sejam bloqueados ou não. Um exemplo disso são os 6 leitos clínicos implantados no Regional de Araguaína e que permanecem bloqueados por falta de profissionais disponíveis. 

Para conferir o relatório na íntegra CLIQUE AQUI.

AO VIVO