Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
21ºmin
LUTO!

Repórter cinematográfico morre após ser atacado por insetos durante pescaria

13 junho 2021 - 21h45Por Redação

Morreu neste domingo (13), aos 41 anos, o repórter cinematográfico tocantinense, Dennis Tavares, depois de ser atacado por insetos durante uma pescaria em uma chácara em Palmas, capital do Tocantins. 

Segundo informações preliminares, Tavares estava em um chácara com amigos quando foi esporado por marimbondos. Ele começou a passar mal, sendo socorrido e encaminhado para um hospital da capital onde acabou falecendo.

A suspeita é de que ela tenha sofrido um choque anafilático porque era alérgico à picadas do inseto. A causa da morte deverá ser confirmada após laudo médico. 

Trajetória

Dennis Tavares trabalhava há quase 20 anos na Assessoria de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Tocantins.

O profissional participou de várias operações da Polícia Civil e sempre contribuiu através de informações e imagens para os programas policiais da TV e sites do Estado.

Natural de Guaraí, Dennis Tavares deixou um legado profissional no jornalismo policial tocantinense. Ele era casado e não tinha filhos.

Nota de Pesar

A Secretaria de Estado da Comunicação do Tocantins (Secom) lamenta profundamente a morte prematura do repórter cinematográfico, Denis Tavares, ocorrida na tarde deste domingo, 13.

Denis Tavares é natural de Guaraí e trabalhava há quase 20 anos na assessoria de Comunicação da Secretaria da Segurança Pública do Tocantins.

Atuou em outros veículos de comunicação no Estado e sempre se dedicou à arte de comunicar, com postura ética e responsável através das suas lentes.

O secretário Élcio Mendes e os servidores da Secom externam seus sentimentos aos familiares e amigos que, com pesar, sentem pela morte prematura de Dennis Tavares.


Nota de pesar - Dennis Tavares

Foi com muita tristeza que recebi a notícia da morte prematura do repórter cinematográfico, Dennis Tavares, ocorrida na tarde deste domingo, 13, vítima de um choque anafilático.

Dennis tinha 41 anos, natural de Guaraí, trabalhava há quase 20 anos na assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). Admirado pelos colegas pelo olhar instigante, com flashes que registraram importantes eventos da nossa Segurança Pública, com certeza deixará saudades e um legado de companheirismo e humildade. Ele era casado e não tinha filhos.

Neste momento de luto e tristeza, junto com minha assessoria de comunicação, externamos as mais sinceras condolências à sua esposa Jaene Alves, aos pais, irmãos, demais familiares e amigos que se encontram enlutados. Peço a Deus que dê o conforto necessário a todos.


Wanderlei Barbosa
Vice-governador do Tocantins

AO VIVO