Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
21ºmin
FILMES PORNÔS

Ator soropositivo semeia pânico na indústria pornô

01 setembro 2011 - 08h11

As produtoras de filmes pornôs de Los Angeles decidiram suspender suas atividades depois de informações segundo as quais um dos atores teria sido infectado pelo vírus HIV.

O sindicato Free Speech Coalition informou ter tomado conhecimento do caso no final de semana, e fez um apelo, "na dúvida, para se evitar qualquer risco para os demais atores".

"O incidente aconteceu fora da Califórnia; no entanto, a comunidade de produtores de Los Angeles decidiu voluntariamente pelo cancelamento das filmagens, para dar uma resposta adaptada à situação", precisou em seu blog.

"Nada nos leva a pensar, até agora, que a indústria de Los Angeles tenha sido atingida, mas produtores, agentes e atores cooperam para fazer respeitar os protocoles de segurança e de saúde", acrescentou.

Em 2010, pelo menos quatro produtoras de filmes pornográficos de Los Angeles decidiram suspender suas atividades durante algumas semanas após um ator se declarar seropositivo, semeando pânico.

Em 2004, as autoridades californianas da saúde propuseram medidas de controle da indústria de filmes pornô, entre elas o uso obrigatório de preservativo durante as rodagens, após a descoberta de vários casos de atores portadores do vírus HIV.

A notícia desencadeou uma onda de medo na indústria, que interrompeu as filmagens durante 60 dias, para permitir a dezenas de atores realizarem testes.

©Copyright AFP© | Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para maiores informações sobre as limitações e restrições ao uso. (Fonte: Diário de Pernambuco)

AO VIVO