Menu
Busca quarta, 05 de agosto de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
20ºmin
AMY WINEHOUSE

'Ela tinha vergonha de ser alcoólatra', diz mãe da cantora

04 novembro 2011 - 16h22

De acordo com a mãe de Amy Winehouse (1983 - 2011), Janis Winehouse (56), a cantora tinha vergonha de ser alcoólatra e por isso, não bebia ao lado dos seus familiares. "Ela se sentia tão envergonhada, que nem sequer consumia na minha frente. Ela se odiava quandop estava bebada. Odiava o que o álccol fazia com ela. Ela não gostava de falar sobre seu vício. Ela era o tipo de garota que, antes de acender um cigarro, perguntava: ‘Você se importa, mamãe?’”, disse ao site internacional Daily Mail.

Janis ainda declarou que a filha tinha vontade de parar de beber, mas que não gostaria de ser interferida por outras pessoas. “Eu acho que Amy se sentia invencível. Ela até foi muito forte, tanto físicamente como mentalmente, mas o vício do álcool parecia dominá-la e em seguida, a pegou de surpresa", afirmou.

Sobre uma possível entrega da cantora aos vicios, desistindo de viver, ela garantiu que a estrela ainda tinha grandes planos para o futuro. “Amy não queria morrer... ela não tinha vontade de morrer. Ela tinha um enorme entusiasmo pela vida. Havia tantas coisas que ela ainda queria alcançar. Ela era muito determinada e quando pensava em algo, se dedicava até conseguir”, revelou.

Ao falar da visita que fez a filha, no mesmo dia de sua morte, Janis reforçou que Amy estava bem e falava do casamento com o diretor de cinema Reg Traviss (34). “Ela não parecia bêbada. Ela estava completamente normal e coerente. Não havia absolutamente nada naquela tarde que me deixou preocupado com ela. Eu não podia imaginar que eu nunca iria vê-la novamente”, destacou. “Quando saí, ela me abraçou e disse: ‘Eu te amo, mamãe’, e eu disse: ‘Eu também te amo’”, acrescentou.

Quanto aos motivos da morte de Amy, Janis disse. “Seu organismo não poderia lidar com essa quantidade de álcool após três semanas de abstinência. Foi a falta de coerência: parar e iniciar novamente. Todo mundo deseja uma morte pacífica. Meu único consolo é que a de Amy foi pacífica. Eu acredito que ela foi dormir e simplesmente não acordou, então eu espero que ela não tenha sofrido”.(Caras)

AO VIVO