Menu
Busca sábado, 07 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
33ºmax
22ºmin

HDO recebe pesquisadora da FioCruz

20 dezembro 2010 - 17h48

A psicóloga e pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz), Lívia Antunes (Foto), esteve na última semana no Hospital Dom Orione (HDO), realizando a aplicação de questionários que fazem parte da pesquisa sobre as condições de nascimentos, de assistência ao parto e aos menores de um ano. A pesquisa começou com a seleção de municípios de médio e pequeno porte nas Regiões Norte e Nordeste do Brasil e Vale do Jequitinhonha, no Estado de Minas Gerais, cujos Hospitais registraram óbitos e nascimentos em 2008 e possuem leitos reservados para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Entre as perguntas inclusas no questionário estavam a checagem e distribuição dos medicamentos, a verificação da estrutura e sistemas, dados referentes à UTI-Neonatal, a realização de cursos de capacitação e os números do Hospital (nascimentos, leitos, atendimentos, ambulâncias, médicos, etc), além de outros questionamentos. Segundo a pesquisadora, o objetivo das visitas é identificar os determinantes da mortalidade infantil em todos os Estados do Norte e Nordeste do país. “Estamos visitando as unidades com leitos obstétricos do SUS, que estejam funcionando, e sabemos que nessa região Norte e Nordeste é difícil encontrar um Hospital do porte do Dom Orione, com esses recursos e serviços, como a UTI-Neonatal. Digamos que foi raro encontrar um hospital com as características da pesquisa” disse a pesquisadora da FioCruz, Lívia Antunes.

VISITA
Inicialmente, a pesquisadora da FioCruz fez a entrevista com o Diretor Técnico do Hospital, Dr. Arnaldo Alves Nunes, e, acompanhada da gerente responsável pelos sistemas de mensuração de informação e mortalidade do HDO, Neuma Canafístula, seguiu para observar alguns setores do Hospital, entre eles, a UTI-Neonatal. “A FioCruz é uma entidade muito respeitada e, ao fazer uma pesquisa, ela escolhe alguns Hospitais. O Hospital Dom Orione, pelo volume de serviços, foi escolhido para participar e, dessas sugestões, resultará um padrão nacional, que definirá como um Hospital deve se portar e como deve ser sua estrutura. Isso tudo é bom para o HDO, pois podemos saber se estamos nesse padrão, se precisamos melhorar e em que” disse o Diretor Técnico do HDO, Dr. Arnaldo Alves Nunes.

De acordo com a supervisora de campo da Fundação, uma nova visita deve acontecer pela FioCruz em Araguaína em 2011, uma vez que o Hospital Dom Orione, é a única maternidade de referência para o Norte do Estado do Tocantins. Na sexta-feira, 17 de Dezembro, Lívia Antunes visitou também a Secretaria de Saúde de Araguaína, para verificar os serviços e programas oferecidos pelo município e aplicar o questionário ao secretário da pasta.
PESQUISA

A pesquisa é desenvolvida pelo Grupo de Trabalho Materno-Infatil da Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz) e tem como coordenadora do projeto a Drª Maria do Carmo Leal. O levantamento começou em março deste ano e termina em janeiro de 2011, em cidades da Bahia. Ao todo, pelo menos 70 municípios já receberam a visita de pesquisadores da FioCruz. (Com  informações da Ascom HDO)

AO VIVO