Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
33ºmax
22ºmin
ALERTA NA SAÚDE

Servidora da UTI pediátrica do HGP é diagnosticada com o Covid-19

01 maio 2020 - 18h09Por G1 Tocantins

Uma funcionária que trabalha como plantonista na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do Hospital Geral de Palmas (HGP) recebeu diagnóstico positivo para o novo coronavírus. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) nesta sexta-feira (1)

De acordo com a SES, a servidora foi afastada das atividades assim que começou a apresentar sintomas leves da doença. Os colegas que tiveram contato com ela estão sendo monitorados e foram orientados a avisar aos coordenadores caso apresentem qualquer tipo de sintoma.

A secretaria disse que no local de trabalho dela não será necessário fazer interdições. O HGP é a maior unidade de saúde de todo o Tocantins e é considerado o hospital de referência para casos de Covid-19 no estado.

A SES disse que tem tomado as medidas cabíveis para evitar a disseminação do vírus nas unidades hospitalares do Tocantins.

Em todo o Tocantins, há pelo menos quatro casos de funcionários da área da saúde que contraíram a doença. Em Araguaína, no norte do estado, o ambulatório do Hospital Regional foi fechado provisoriamente na última quarta-feira (29) após uma profissional apresentar sintomas.

Em Gurupi, uma técnica de enfermagem que atendia a pacientes de Cariri do Tocantins também testou positivo. Na cidade, também não foi necessário realizar interdições.

Já em Palmas, a servidora Francisca Romana Sousa Chaves, de 47 anos, morreu por causa da doença. Ela trabalhava na área de assistência social e vigilância em saúde da secretaria municipal da capital. Ela foi a primeira pessoa a morrer por causa do coronavírus no Tocantins.

Confira abaixo a nota da Secretaria Estadual de Saúde na íntegra

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que uma plantonista da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do Hospital Geral de Palmas (HGP) testou positivo para Covid-19. Após apresentar sintomas leves da doença, a servidora foi imediatamente foi afastada de suas atividades.

A SES destaca que toda a equipe que teve contato com a referida servidora está em monitoramento e ao menor sinal de sintomas gripais são orientados a comunicarem sua coordenação e seguirem o fluxo normal de pacientes com suspeita da doença.

A SES enfatiza que tem tomado todas as medidas cabíveis para evitar a disseminação do novo Coronavírus nas unidades hospitalares geridas pelo Executivo Estadual. Para tanto, já foram restritos os acompanhamentos, proibido as visitas e todos os profissionais são orientados a não comparecerem ao trabalho diante de qualquer sintoma gripal.

A SES destaca que, para todo atendimento realizado, a equipe multiprofissional do HGP está devidamente paramentada com Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), portanto, a probabilidade de transmissão dentro do ambiente hospitalar, por parte dos profissionais, é consideravelmente reduzida.

AO VIVO