Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
36ºmax
23ºmin
INVESTIGAÇÃO

Polícia prende "Indio", apreende drogas e fecha boca de fumo em Araguaína

04 setembro 2019 - 08h53

Policiais Civis da Divisão de Repressão a Narcóticos (Denarc), de Araguaína, sob o comando do delgado Alexander Pereira da Costa, deflagraram, nesta terça-feira, 3, mais uma ação de combate à criminalidade, quel resultou na desarticulação de um ponto de venda de drogas e na prisão de um indivíduo de iniciais A.C.S, vulgo “Índio”.

Conforme o delegado Alexander, a ação foi desencadeada após inúmeras denúncias feitas na Divisão Especializada de que o indivíduo estaria utilizando sua própria residência, localizada no setor Maracanã, como ponto de venda de drogas. Desse modo, policiais civis passaram a monitorar por várias horas o local e perceberam um grande fluxo de usuários entrando na residência a fim de adquirir drogas.

 Sendo assim, no final da manhã desta terça-feira, os policiais civis entraram no imóvel, encontraram A.C.S e, assim deram início às buscas no interior da casa que resultaram na localização de 46 porções de “crack”, já embalados e prontos para a venda mais duas porções maiores da mesma droga, bem como insumos para cortar, fracionar e embalar o entorpecente.

Em continuação às buscas, os agentes também encontraram um saco de moedas, pesando pelo menos 3 kg, além de R$ 142,00 em espécie e um rolo de saco de lixo preto cortado e idêntico ao plástico utilizado para embalar as pequenas porções de “Crack“. Ainda no quarto no investigado foram localizadas algumas cartas oriundas do presídio e um caderno verde com anotações suspeitas, bem como alguns comprovantes de movimentação bancária, além de vários fragmentos de folha de caderno contendo anotações suspeitas.

Com base nas evidências e no material apreendido, A.C.S foi conduzido até à Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguaína, onde foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem foi recolhido à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

AO VIVO