Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
19ºmin
NORTE DO ESTADO

Polícia indicia suspeitos de assalto a passageiros de van na BR-153

16 outubro 2019 - 08h57

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da 33ª Delegacia de Polícia Civil de Nova Olinda, concluiu nesta terça-feira, 15, as investigações referentes à prática de crime de roubo ocorrido no dia 09 de outubro de 2019 a uma Van que transportava passageiros do município de Nova Olinda até a cidade de Araguaína.

Segundo o apurado, três homens, dentre eles um menor, solicitaram parada a um veículo Van em Nova Olinda e minutos depois de adentrarem no coletivo e anunciaram o roubo. Em seguida passaram a ameaçar os passageiros utilizando-se de uma arma de fogo, vindo a subtrair celulares e dinheiro dos mesmos, sendo que também o motorista teve o celular subtraído, bem como o dinheiro que estava em sua carteira.

Após diversas diligências realizadas pelas Polícias Civil e Militar de Nova Olinda, dois criminosos foram presos em casa no dia seguinte aos fatos, na cidade de Nova Olinda, sendo eles um menor de 16 anos e um indivíduo de conhecido como “Racionais”  de 22 anos. O terceiro envolvido na prática delituosa está foragido, estando com ele a arma de fogo utilizada na prática do crime.

As vítimas foram ouvidas e reconheceram os dois como autores do crime mencionado. O delegado Luís Gonzaga da Silva Neto, titular da Delegacia de Nova Olinda, concluiu o inquérito policial, sendo que o suspeito foi indiciado pela prática dos crimes de roubo duplamente majorado pelo emprego de arma de fogo e concurso de pessoas, e também pelo crime de corrupção de menores.

Logo após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o indivíduo foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá disposição do Poder Judiciário.

 O adolescente infrator foi apreendido e encontra-se internado preventivamente no Centro de Internação para menores em Santa Fé do Araguaia. O caso agora foi encaminhado ao Poder Judiciário para as medidas cabíveis.

 

AO VIVO