Menu
Busca domingo, 07 de março de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
30ºmax
22ºmin
PANDEMIA

Tocantins recebe mais de 11 mil doses de vacina contra a Covid

25 janeiro 2021 - 14h01Por Redação

Mais 11.500 doses de vacina contra o Covid-19 foram enviadas para o Tocantins, nesse domingo (24), pelo Ministério da Saúde.

Dessa vez, foi o imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca. As doses foram recebidas no aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues, pelo secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, e pelo superintendente do ministério da Saúde no Tocantins, Relmivam Milhomem.

Com a nova remessa, o Tocantins chega à marca de 55.500 doses recebidas para o Estado, que já havia recebido 44 mil doses da vacina CoronaVac. Segundo o Governo, será feita a conferência do lote no Laboratório Central do Estado e então será realizado a distribuição.

As vacinas da AstraZeneca serão utilizadas apenas para a primeira dose do imunizante, já que o período entre as doses é maior que o da CoronaVac. As duas vacinas devem ser aplicadas em duas doses, com intervalo de três e 12 semanas respectivamente.

O Ministério já acenou que daqui há 12 semanas enviará outra remessa para atender a segunda dose de imunização da população. Então faremos a imunização de 11.500 pessoas, pois não precisaremos fazer a reserva técnica que fizemos no primeiro lote”, explicou Edgar Tollini.

O lote será enviado prioritariamente para os hospitais com atendimentos exclusivos e dedicados a pacientes com Covid-19. O Governador determinou todos os setores do governo se unam para agilizar a chegada das doses em todos os municípios.

Manaus

O governador Mauro Carlesse assumiu um compromisso com os governadores da região Norte e determinou que 5% das doses que seriam enviadas ao Tocantins seja remanejada a Manaus, para ajudar a conter o caos que se estabeleceu na capital amazonense.

Esse lote de vacinas chegou ao Brasil na sexta-feira, 22, importado da Índia. Os imunizantes desembarcaram em Guarulhos (SP) e foram transportados para o Rio de Janeiro, onde está localizada a fábrica de vacinas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), entidade vinculada ao Ministério da Saúde.

As vacinas de Oxford farão parte do Programa Nacional de Imunização (PNI), que é coordenado pelo Ministério da Saúde e começou no dia 17 de janeiro com 6 milhões de doses da CoronaVac. Na última sexta-feira, 22, outras 4,8 milhões de doses da CoronaVac foram aprovadas para uso emergencial no Brasil.

AO VIVO