Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
31ºmax
23ºmin
EM ARAGUAÍNA

Visita virtual já é realidade para familiares e pacientes internados com Covid-19

10 julho 2020 - 16h09

“Aquele paciente é o amor de alguém, ele é importante para sua família, então nos colocamos no lugar dele e compreendemos o quanto é ruim não ter contato com os familiares”. A coordenadora administrativa do Hospital Municipal de Campanha (HMC), Samantha Vitorino, explica uma situação frequente vivida nesse tempo de pandemia por muita gente: o impedimento de visitas a pacientes internados com o novo coronavírus (covid-19).

A covid-19 é uma infecção respiratória aguda altamente contagiosa e a proibição das visitas presenciais serve para evitar a propagação da doença. Essa realidade mudou com a adoção da Visita Virtual, um projeto criado pelo Instituto Saúde e Cidadania (ISAC), responsável pela gestão da unidade. A manutenção do vínculo afetivo do paciente com os familiares é fundamental para a recuperação.

Inclusão digital

A Visita Virtual é um projeto iniciado no Hospital Municipal de Araguaína diante do cenário de isolamento dos pacientes infantis internados por causa da covid-19.

No HMC, o projeto também é estendido principalmente aos pacientes e familiares que não têm acesso aos meios tecnológicos. A unidade coloca à disposição do paciente um tablet com câmera e microfone para que, em horário agendado, receba uma chamada de vídeo de um familiar. 

Para a família que não possui um smartphone, o HMC disponibiliza uma sala com o equipamento que permite a vídeo-ligação. O uso do equipamento também é feito em horário previamente agendado.

“Trabalhamos sempre de forma humanizada. Tivemos essa ideia para que o paciente tenha alguém para conversar, seja um amigo ou familiar. Uma pessoa que passa por um período prolongado de internação sem saber como está a família fica com a saúde ainda mais debilitada. Ele fica angustiado e isso acaba baixando sua imunidade, por isso nós estamos atentos para esse lado do paciente”, destacou a coordenadora.

 1, 2, 3, testando...

Leomar da Anunciação foi o primeiro a testar a novidade. Sua mãe, Angelina, está internada por causa da covid-19. 

“A equipe foi muito feliz com essa iniciativa de vídeo-chamada. Sou enfermeiro e entendo que isso ajuda muito no tratamento. Quero dar meus parabéns a todos que tiveram essa ideia, é muito interessante e todos nós sabemos, leigos ou não, que ajuda no tratamento do paciente. Aproveitei a oportunidade para matar a saudade da minha mãe”, comentou o visitante virtual.

Em outra unidade de saúde municipal, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h), o paciente é informado da disponibilidade de três números para chamadas por videoconferência. É necessário realizar o agendamento dessa visita virtual, já que a quantidade de tablets é limitada e os pacientes também têm total suporte da equipe médica.

AO VIVO