Menu
Busca domingo, 08 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
33ºmax
22ºmin
Ethos Comunicação
Assembleia Legislativa
COLUNA

Opinião Formada

EM DEBATE

Em entrevista Altair Bandeira se defende das críticas dos vereadores

15 fevereiro 2011 - 21h47

Da Redação
 

Na sessão dessa terça-feira, 15, esteve presente na Câmara Municipal para atender a convocação do vereador Jorge Frederico (PMDB), o secretário de Esportes do Município, Altair Bandeira, que teve a oportunidade de explanar questões sobre os trabalhos realizados frente à Secretaria durante estes pouco mais de dois anos de exercício.


Em entrevista ao Portal O Norte, o secretário faz uma análise sobre a sua participação na Câmara destacando as problemáticas enfrentadas em sua gestão. De acordo com Bandeira, a sua participação na Casa foi bastante positiva “Tivemos a oportunidade de esclarecer muitas coisas, inclusive apresentar as dificuldades encontradas para a realização efetiva do nosso trabalho”, aponta.

Críticas
Durante a sessão, os vereadores criticaram duramente a pasta, afirmando que poucas realizações foram feitas. O vereador Gerônimo Cardoso (PMDB), por exemplo, afirmou que a Secretaria simplesmente colocou traves em alguns campos de futebol. Do outro lado alfinetando a questão, Jorge Frederico acusou a Direção de descaso, argumentando que “não conseguiram sequer dar manutenção nos campos que foram entregues na gestão anterior da então prefeita, Valderez Castelo Branco (PP)”.

Insuficiência de Recursos
Rebatendo as críticas dos vereadores, Altair Bandeira esclareceu que um dos fatores que representa um grande problema para a Secretaria, diz respeito aos recursos destinados ao Esporte, que segundo ele, não são suficientes para a execução de um trabalho de qualidade: “Não é fácil trabalhar com pouco recurso” diz.

Altair Bandeira, explica que o primeiro orçamento recebido pela Secretaria resultou em pouco mais de R$ 100 mil reais, que foi pré-determinado ainda na gestão da ex-prefeita, Valderez. Já no segundo ano, o orçamento previsto para a Secretaria foi cerca de R$ 1 milhão e trezentos mil reais, sendo que destes, R$ 1 milhão foi destinado especificamente para a estrutura básica do Centro Olímpico, que ainda não foi executado e o custo total da obra poderá chegar à casa dos R$ 8 milhões de reais.


Continuando a explanar sobre recursos da Secretaria, Altair Bandeira explica que a pasta conta com 24 servidores sendo que apenas um é concursado e atualmente está à disposição da Secretaria de Educação do Município e demonstra que, hoje o repasse real da Secretaria é de cerca de R$ 42 mil reais mensais e somente a despesa com folha de pagamento dos servidores alcança o valor de R$ 34 mil por mês.

O secretário de Esportes admite que algo está errado na gestão e otimista vê as críticas apresentadas como uma oportunidade de corrigir as falhas que certamente tem ocorrido na administração, “Quando tudo anda bem todos estão bem e quando algum setor não está muito bem é reflexo de que está faltando alguma coisa na administração”.

Ainda sobre o orçamento, o secretário faz uma observação: “O orçamento é uma estimativa uma autorização para utilizar esse recurso. Logicamente dentro da capacidade do município de arrecadação é que se é destinado o recurso. O que temos que ver é a condição que o município tem de aumentar esse repasse para que as Secretarias possam ter um pouco mais de desempenho e isso parte mais diretamente do prefeito”.

Outras justificativas
Altair Bandeira, durante a entrevista justifica as dificuldades pelas quais não somente a Secretaria de Esportes mas também a gestão administrativa Municipal tem passado, como reflexo do “Período de processo político muito complicado” nos dois últimos anos no Estado: “Logicamente no primeiro ano é um aprendizado, você não consegue fazer muitas ações porque já está tudo pré-determinado. Na questão orçamentária do segundo ano, tivemos uma intervenção estadual e Eleição. Enfim foram anos complicados para ações”, e completa “Sobre as críticas, a gente tem que distribuir, assim como também os acertos, é essa a visão que eu tenho sobre administração pública”.


O secretário finaliza a entrevista garantindo que buscará dentro das suas possibilidades, melhorar as condições de trabalho através do diálogo com o prefeito “Levarei a Valuar principalmente o que foi nos passado hoje, o descontentamento com a produtividade da Secretaria de Esportes e tentaremos encontrar mecanismos que resultem na solução dos problemas”.

AO VIVO