Menu
Busca quinta, 17 de outubro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
34ºmax
23ºmin
Assembleia Legislativa - Emendas para saúde
COLUNA

Opinião Formada

GESTÃO PÚBLICA

Amiltom da Caixa aponta deficiências que segundo ele, tem prejudicado a gestão

21 fevereiro 2011 - 21h42

Da Redação


Esteve na manhã desta segunda-feira, 21, na Câmara Municipal de Vereadores de Araguaína, o vice-prefeito Amilton da Caixa (PMDB), prestando esclarecimentos sobre ações realizadas pela Secretaria de Administração nos últimos dois anos da gestão atual. Há cerca de 30 dias, Amilton entregou a direção da pasta que foi assumida por Beatriz Helena Oliveira Rocha.

Em entrevista ao Portal O Norte, o vice-prefeito fala sobre as expectativas da gestão em 2011 e as deficiências relacionadas à administração além de abordar a proposição de soluções para as problemáticas apresentadas.

Ao invés de aguardar ser convocado, o vice-prefeito decidiu propor-se por livre e espontânea vontade, a prestar contas de sua gestão na pasta da Administração na Câmara e na manhã dessa segunda, se prontificou a responder a todos os questionamentos que fossem feitos pelos pares da Casa.

Setor de Compras e Licitações
Ao ser indagado por uma polêmica levantada pelo vereador Alcivan (PP) sobre quais os motivos que levaram a gestão a retirar da Secretaria de Administração o setor de Compras e Licitação, Amiltom da Caixa declarou que até hoje não tem conhecimento de como isso aconteceu: “Sabemos que o setor de licitação e Compras sempre foi responsabilidade da Administração, porém ele foi transferido para a Secretaria da Fazenda sem o meu conhecimento, eu não fui comunicado em momento algum sobre a mudança então não posso esclarecer a questão”, justifica o vice-prefeito afirmando que após o episódio, ele já teria procurado o prefeito para se desligar da pasta por quatro vezes e apenas na quinta vez ele definitivamente deixou a Secretaria. ”São quarenta anos lidando com orçamento, patrimônio, contabilidade e gestão pública, mas percebi que estavam havendo ingerências quando tiraram essa responsabilidade da Secretaria”, aponta Amiltom explicando que as decisões aconteciam e ele como gestor não era notificado. “Então procurei o prefeito em cinco oportunidades para devolver a pasta” e completa “O que eu quero é uma melhor administração e me sinto na condição de discutir gestão pública”.


Secretarias
Ainda falando em Secretaria da Administração, Amiltom explica que a pasta é o suporte para todas as outras Secretarias e declara a deficiência no sentido de integração entre as mesmas, lembrando que um acompanhamento técnico que é fundamental, segundo o vice-prefeito, não está acontecendo.

Não vemos ocorrer discussões em torno de programas e projetos sociais e o que necessitamos no momento é exatamente disso, uma gestão mais participativa, o que observamos é que falta uma abertura para que os secretários tenham a liberdade de participar de maneira mais intensa da gestão”, diz o secretario apontando a dificuldade que o governo municipal tem em estabelecer metas e definir prioridades. “Precisamos definir o nosso modelo de gestão, abrir espaço para discussões, porque quanto mais se participa, fiscaliza, mais alavancamos e melhoramos a qualidade de nossa gestão”, pontua.

Frota de veículos
Outra questão abordada por Amiltom, trata da frota de veículos da Secretaria de Saúde Municipal. Ele explicou que somente no primeiro semestre de gestão foram calculados cerca de R$ 30 mil reais em gastos para manutenção da frota. Para amenizar os custos, Amiltom diz ter proposto um projeto que implantaria uma oficina mecânica do município que segundo ele, reduziria significativamente os gastos com os veículos públicos. “É preciso que haja um estudo pra verificar se continua dessa forma, ou realiza a implantação do projeto, porque sabemos obviamente que quando reduzimos custos, sobra mais recursos para se trabalhar”.


Expectativas e parcerias
Sobre as expectativas futuras da gestão atual, Amiltom da Caixa informa que tem procurado estreitar o relacionamento político do município com os Governos Estadual e Federal. “Já procurei o Governo do Estado através do seu secretariado para propor parcerias, pois acredito ser fundamental essa aproximação”

Otimista, o vice-prefeito finaliza a entrevista afirmando que tem compromisso com o povo araguainense e acredita que havendo mais planejamento e organização tudo pode dar certo. “Organizando, fazendo avaliações e trabalhando em conjunto corrigiremos os rumos da nossa administração”.







Ao Vivo