Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
23ºmin
COLUNA

Opinião Formada

por Tony Veras
ARAGUAÍNA

Camiseta ilustrando críticas à prefeitura e Câmara é entregue a vereador

10 maio 2011 - 08h19

Luidiniz Brito
Da Redação

 

Na sessão da Câmara de Vereadores de Araguaína, dessa segunda-feira, 9, um fato curioso provocou a indignação e preocupação dos Vereadores no que diz respeito à imagem do Poder Legislativo da cidade. 

Duras Críticas
Tudo começou no início da sessão, quando o vereador Divino Bethânia Júnior (PP)  falou sobre uma camiseta que foi entregue a ele, por alguém que pediu a não divulgação de seu nome.

A vestimenta criticava o prefeito e os vereadores, por meio de frases e desenhos, insinuando que ambos não atuavam. Dizia: “Você caiu no conto do Bigode”. Uma referência implícita a Valuar Barros (DEM).

Os desenhos da camiseta representavam alguns monumentos de Araguaína e a cidade inteira estava dentro de uma enorme cratera. 
 
“Isso aí é mais um candidato a prefeito querendo aparecer”, disse Gerônimo Cardoso (PMDB) sobre quem mandou confeccionar a camiseta. Acrescentou ainda: “Essa pessoa nunca deve ter vindo à Câmara”. Isso porque os vereadores foram acusados de não fazer nada pela cidade.

O vereador Mané Mudança (DEM) acredita na mesma hipótese levantada por Gerônimo: “Tenho certeza que essa pessoa é um pré-candidato a prefeito”.

“Visite Araguaína antes que acabe”. Esta é uma frase que Jorge Frederico (PMDB)  falou já ter visto adesivada, em vários veículos em Araguaína. O vereador mostrou-se preocupado com as repercussões negativas de dizeres como este e com o caso da camiseta mostrada por Bethânia Júnior. “Araguaína precisa ser respeitada”, defendeu Jorge Frederico.

“Caso a Câmara tenha sua imagem prejudicada de alguma maneira, tomaremos as devidas providências, inclusive jurídicas”, disse o presidente da Câmara, Elenil da Penha (PMDB).

Mendigos deixados em Araguaína
O vereador Gipão (PR) contou outro caso inusitado que ocorreu na cidade. Segundo ele, soube por alguém, não identificado, sobre um grupo de mendigos, provenientes de outras cidades, trazidos para Araguaína de van e deixados na Praça das Bandeiras. Falta saber de onde vieram tais pessoas.
 

AO VIVO