Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
37ºmax
23ºmin
ToledoFibra
COLUNA

Opinião Formada

COINCIDÊNCIA OU NÃO?

Vicentinho Júnior deixa Araguaína e Gurupi de fora ao destinar quase R$ 9 milhões para mais de 40 municípios

13 agosto 2019 - 09h30

Por: Tony Veras

Neste mês de agosto, o deputado federal Vicentinho Júnior (PL) conseguiu a liberação de pagamentos e empenhos na ordem de R$ 8.507.852,20 destinados à Saúde e Educação para o Tocantins. Foram mais de 40 municípios contemplados, entre eles, alguns dos principais exceto dois, que intencionalmente ou não, foram deixados de lado na hora da distribuição dos recursos. 

Sobre as emendas, o parlamentar comemorou falando da luta diária em prol de levar desenvolvimento para a população. “Fico muito feliz em poder compartilhar mais esta conquista, pois cada demanda que recebemos é levada adiante afim de apresentarmos uma alternativa”, disse completando: “Esta é a nossa forma de trabalhar, mais que discurso temos apresentado resultados. Estes empenhos extraorçamentários para a educação são alguns dos frutos de muito trabalho, assim como o pagamento para a saúde, oriundos de emendas individuais”, pontuou.

Conforme o deputado federal, só este ano, com emendas individuais, de bancada, extraorçamentária, convênios e propostas voluntárias foram destinados quase R$ 15 milhões para 42 municípios. Nos últimos dias foram empenhados para a educação R$ 3.854.124,00 para a aquisição de ônibus escolares. Em emendas individuais foram pagos à saúde R$ 4.653.728,20.

Distribuição de Recursos

Entre as principais cidades do Estado contempladas com as emendas estão a capital Palmas, Paraíso do Tocantins e Porto Nacional, terra natal de seu pai, o ex-senador Vicentinho Alves. A maior fatia dos recursos ficou para o município de Paraíso do Tocantins, com R$ 387.883,20 para serem investidos na Saúde.

Coincidência?

O deputado federal deixou de destinar recursos para duas das principais cidades do Estado: Araguaína e Gurupi, onde coincidentemente ou não, duas lideranças adversárias de seu grupo político "reinam soberanas": 

Araguaína, considerada como capital econômica do Estado, hoje atualmente na gestão do prefeito Ronaldo Dimas que ainda em 2018 cortou os laços políticos com o PR comandado no Tocantins pelo seu pai, Vicentinho Alves, depois do polêmico anúncio da pré-candidatura do ex-senador ao Governo do Estado, quando Dimas, então colega de partido, já tinha seu nome colocado para a disputa. A situação embaraçosa impossibilitou que Dimas continuasse o projeto político rumo ao Governo do Estado e logo depois do episódio, o prefeito decidiu sair da legenda apoiando o então candidato e governador eleito, Mauro Carlesse na época integrante da sigla (PHS).

Falando em Carlesse, outra cidade que ficou de lado foi Gurupi, berço político do atual governador que hoje faz parte (DEM) e que teve como adversário político Vicentinho Alves, que amargou três derrotas consecutivas, sendo a primeira na eleição suplementar, a segunda no primeiro e a terceira no segundo turno das eleições ordinárias.

Veja quanto foi indicado para cada município.

Barra do Ouro: (R$ 268.650,00);
Itaguatins: (R$226.550,00);
Lajeado: (R$ 271.500,00);
Maurilândia: (R$ 271.500,00);
Oliveira de Fátima (R$ 226.550,00);
Pindorama: (R$ 226.550,00);
Ponte Alta do Tocantins: (R$274.050,00);
Porto alegre do Tocantins: (R$268.650,00);
Porto Nacional: (R$ 268.650,00);
Riachinho: (R$ 271.500,00);
Rio da Conceição: (R$ 274.050,00);
Sampaio: (R$ 274.050,00);
Santa Rosa do Tocantins: (R$ 228.912,00);
São Félix do Tocantins: (R$228.912,00);
São Miguel do Tocantins: (R$ 274.050,00);

Na Saúde foram contemplados:

Aurora: (R$ 78.500,00);
Cariri: (R$ 78.500,00);
Dianópolis: (R$ 196.250,00);
Filadelfia: (R$ 500.000,00);
Itaguatins: (R$ 8.095,00);
Itacajá: (R$ 157.000,00);
Itapiratins: (R$ 117.750,00);
Lagoa do Tocantins: (R$ 150.000,00);
Luzinópolis: (R$196.250,00);
Natividade: (R$ 196.250,00 ) ;
Palmas: (R$ 250.000,00);
Paraíso do Tocantins: (R$ 387.883,20);
Pedro Afonso: (R$ 196.250,00);
Pindorama: (R$ 196.250,00);
Porto Alegre do Tocantins: (R$157.000,00);
Porto Nacional: (R$ 100.000,00);
Riachinho: (R$ 196.250,00);
Rio da Conceição: (R$ 196.250,00);
Sampaio: (R$ 235.500,00);
Sandolândia: (R$117.750,00);
Santa Rosa: (R$ 117.750,00);
Santa Tereza: (R$ 235.500,00);
São Félix: (R$ 235.500,00);
Taguatinga: (R$ 157.000,00);
Tupiratins: (R$ 196.250,00);

 

Ao Vivo