Menu
Busca domingo, 23 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
23ºmin
ToledoFibra
EM CRISE

Técnico do Tourão culpa arbitragem por empate no último jogo

31 março 2011 - 11h01

Alessandro Sachetti
Da Redação


O Tourão do Norte não tem realizado um desempenho satisfatório no Campeonato Tocantinense de 2011. O time, que vem do empate no último final de semana, 1 a 1 em Tocantinópolis diante dos donos da casa, continua a preparação nos treinos que acontecem no estádio Gauchão, visando o próximo embate que acontecerá neste sábado às 18 horas no Mirandão em Araguaína.

Em entrevista à equipe de reportagem do Portal O Norte, o técnico Fernando Polozzi se mostra confiante para o próximo jogo e diz que não existe outro resultado senão a vitória diante do time do Palmas que ocupa a terceira colocação na tabela. O Tourão ocupa a sétima posição na tabela e precisa vencer os quatro jogos restantes se quiser sonhar com a classificação para a segunda fase. O que anima mais o treinador é saber que dos quatro jogos restantes, três serão no Mirandão e quer usar isso como fator determinante para que o time finalmente engrene e deslanche dentro da competição.

Arbitragem tem complicado
Para tanto, o técnico espera que os erros de arbitragem não se repitam, segundo ele a arbitragem foi decisiva nos dois últimos jogos, erros que prejudicaram o Tourão. “A arbitragem foi crucial no resultado final do nosso último jogo, tínhamos o jogo na mão, terminamos o primeiro tempo vencendo por 1 a 0 e dominávamos todas as ações da partida. O árbitro inventou um pênalti que não existiu e ainda aplicou o segundo cartão amarelo e, consequentemente, o vermelho para o nosso zagueiro que nem falta fez. O adversário empatou o jogo com a cobrança desse pênalti e só não venceu o jogo por incompetência, pois, o árbitro deu o jogo para eles. No jogo anterior, contra o Gurupi, foi a mesma coisa, expulsão injusta do zagueiro Kássio, o que impediu que o time fizesse um resultado melhor jogando fora de casa (o placar foi de 1 a 0 para o Gurupi)” reclamou Fernando Polozzi.

A favor, nada
O técnico apontou também outro erro da arbitragem, segundo ele o meia Kariri foi derrubado dentro da área, o que significaria pênalti para o Araguaína, porém o árbitro da partida não assinalou a falta e deixou o jogo correr: “Tivemos um pênalti claro a nosso favor que não foi marcado, eu não vou dizer que eles estão roubando contra a gente, erros acontecem, mas fica claro o despreparo da arbitragem nesses lances cruciais do jogo, espero que não tenhamos mais nenhum tipo de problema, pois, não podemos mais ser atrapalhados por coisas desse tipo”, frisou o técnico do Tourão.

Torcida em peso para o próximo jogo
Para o próximo jogo o técnico do Araguaína ainda não definiu a equipe que começará a partida, pois com a expulsão do zagueiro Marcelo ele perderá um jogador do miolo de zaga e deve esperar os treinamentos da semana para decidir quem começa jogando: “No decorrer dessa semana vamos definir a equipe que começará jogando contra o Palmas. Realizaremos treinamentos dentro do Mirandão e esperamos que a torcida compareça em grande número para nos apoiar e incentivar nesse jogo que vai marcar a reação do nosso time dentro do campeonato” reforçou Fernando Polozzi.

Primeiro gol e primeiro ponto em 2011
O primeiro gol oficial do Tourão no ano de 2011 foi marcado pelo lateral esquerda Ramon que após rebote do goleiro do Tocantinópolis empurrou para as redes e colocou o time em vantagem as vinte minutos do primeiro tempo, o time acabou sofrendo o empate no segundo tempo e os número finais de 1 a 1 resultaram no primeiro ponto do Tourão do Norte no campeonato estadual deste ano. “A sensação de marcar é sempre muito boa, mas infelizmente não conseguimos sair com os três pontos no último jogo. A expectativa é que o time ganhe os próximos jogos e, se sobrar, pode ter certeza que vou fazer mais gols” disse o lateral esquerdo e, até o momento, artilheiro do Araguaína no estadual.
 

AO VIVO