Menu
Busca sexta, 28 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
TOCANTINS

Após denúncia anônima, Polícia Militar fecha fábrica clandestina de queijos

07 fevereiro 2020 - 12h04

Uma fábrica de queijos foi fechada pela Polícia Militar na noite dessa quinta-feira, 6, no Setor Canto Grande, em Luzimangues, distrito de Porto Nacional. O local tinha infraestrutura precária para a produção de queijos. O armazenamento dos produtos era próximo ao chiqueiro de porcos.

A PM foi informada por uma denúncia anônima de que, no local, havia grande movimentação de caminhões descarregando materiais.

Fábrica clandestina de queijos em Luzimangues - Polícia Militar/Governo do Tocantins

No local, onde havia dois caminhões, verificou-se que havia uma fábrica clandestina de queijos com instalações inapropriadas e sem higiene, onde os produtos eram embalados e registrados com etiquetas do estado de Goiás.

Produtos fabricados no local - Polícia Militar/Governo do Tocantins

A única pessoa encontrada no local foi um caseiro que informou que cuida somente dos porcos e das galinhas. Ele disse ainda que tem contato com uma pessoa de Palmas e não conhece o dono da propriedade, só sabe que reside no estado do Pará.

Armazenamento dos produtos era próximo ao chiqueiro de porcos - Polícia Militar/Governo do Tocantins

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), a perícia e a Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec) foram acionados e estiveram no local para as devidas notificações e recolhimentos dos produtos. Os caminhões que estavam com as chaves na ignição e os queijos foram recolhidos e entregues na Delegacia de Polícia, onde o caseiro também se apresentou para os devidos procedimentos legais.

AO VIVO