Menu
Busca terça, 25 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
ARAGUAÍNA

Casal é preso suspeito de matar homem com requintes de crueldade

10 janeiro 2020 - 09h31Por Redação

A Polícia Militar prendeu na noite desta quinta-ifera (09), um casal suspeito de matar um homem com requintes de crueldade em Araguaína, Norte do Estado. 

A prisão aconteceu por volta das 20h no pátio de um posto de combuatíveis que fica às marges da BR-153, depois que uma equipe da Força Tática da PM durante patrulhamento, recebeu a informação de que os suspeitos estariam alojados nos fundos deste posto.  

Damião Alves de Sousa (29 anos) e Carla Nonato Lima (35 anos) foram encontrados e no momento da abordagem foi localizado com o casal, uma faca e uma tesoura. A polícia acredita que estes objetos podem ter sido usados para matar a vítima que foi encontrada morta na manhã da última quarta-feira (08), em um imóvel abandonado que fica localizada na Avenida Filadélfia.

Os suspeitos assumiram a autoria do crime, a PM fez contato com o delegado da Divisão de Homicídios e Proteçào à Pessoa (DHPP), Adriano Aguiar, que ouviu Damião e Carla que contaram com detalhes como tudo aconteceu. Após os procedimentos, o titular da delegacia pediu a prisão preventivas dos suspeitos.  

O Comandante do Batalhão da PM em Araguaína, Tenente-Coronel Valdeone Dias da Silva, participou da operação e destacou a parceria entre PM e Polícia Civil para prisão do casal. 

(Foto: Portal O Norte)

Entenda o caso 

O corpo de um homem de aproximadamente 50 anos foi encontrado na manhã desta quarta-feira (8), em uma casa abandonada no setor Itatiaia, em Araguaína.

Um popular que passava pelo local encontrou o homem morto e acionou a polícia. A perícia foi acionada e detectou que a vítima foi morta com requintes de crueldade e estava sem a orelha direita e três dedos da mão esquerda. No local foi encontrado um pedaço de madeira com marcas de sangue e que possivelmente foi usado na prática do crime.

O IML identificou o corpo da vítima como sendo de Cícero Pereira da Silva (49 anos). A família do homem já foi informada sobre a morte e o corpo liberado para o funeral. Não foram divulgadas informações a respeito do velório.

A PM acredita que a vítima seria um morador de rua. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A DHPP da Polícia Civil investiga o caso.

AO VIVO