Sorteio Dia das Mães - Topo
Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
28ºmax
21ºmin
FATALIDADES

Duas pessoas morreram após sofrer infarto enquanto almoçavam em Araguaína

01 março 2021 - 08h48Por Redação

Em menos de 1 hora, duas pessoas morreram vítimas de infarto em Araguaína no Norte do Tocantins. Os dois casos foram registrados no último sábado (27), em lugares diferentes enquanto as vítimas almoçavam. 

Primeiro Caso

A primeira ocorrência aconteceu por volta das 11h20, na rua Rio Branco do setor Santa Terezinha. O paciente foi identificado como, Pedro Carneiro Leão da Silva (66 anos), e passou mal enquanto almoçava.

Segundo a equipe do Corpo de Bombeiros, a ocorrência se tratava de um desmaio, mas após avaliar o caso, foi constatado que a vítima tinha sofrido uma parada cardiorrespiratória.

Os bombeiros ainda tentaram reanimar o idoso e solicitaram a unidade de suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que deu continuidade o socorro.

Mesmo com a ação das duas equipes, a vítima não resistiu. Familiares contaram que Pedro da Silva já tinha um histórico de problemas cardíacos.

Segunda morte registrada

O segundo caso foi registrado por volta das 12h20, no restaurante que fica em um supermercado na Avenida Filadélfia. A vítima foi identificada como José Luiz Dias da Silva (43).

José estava almoçando, quando começou a passar mal. E segundo testemunhas, ele ainda tentou se levantar, mas acabou caindo no chão do restaurante. Uma pessoa que estava no local, contou que a vítima se sentou do seu lado e que antes de passar mal comentou que tinha que “ir ao médico ainda nessa semana” e reclamou de dormência na perna.

Um tempo depois, José Luiz começou a se tremer e desmaiou. Ele ainda teve convulsões e foi ajudado por uma enfermeira que estava no restaurante. Uma equipe do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e tentaram reanimar o homem, mas ele faleceu.

Os familiares e amigos da vítima informaram aos socorrista, que José da Silva, sofria há algum tempo de problemas cardíacos. O corpo foi entregue ao Serviço de Verificação de Óbitos, que realiza o atendimento em casos de morte natural.

AO VIVO