Menu
Busca sábado, 28 de novembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
22ºmin
OPERAÇÃO MÃE DE SATÃ

Educadora física é presa suspeita de envolvimento em explosão de caixa eletrônico

10 novembro 2020 - 09h00Por Redação

Uma mulher foi presa, na manhã desta terça-feira (10), suspeita de envolvimento na explosão de um caixa eletrônico ocorrido no mês passado no Tocantins. Ela seria esposa de um dos criminosos que participaram da ação criminosa registrada em Rio Sono.

De acordo com a Polícia Civil, o dinheiro que eles pretendiam roubar seria usado por eles, para montar uma academia de ginástica na mesma cidade onde aconteceu o crime.

A investigação, que chegou até a mulher esta manhã está sendo realizada pela 1ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (1ª DEIC de Palmas), comandada pelo delegado Eduardo Menezes e chamada de operação Mãe de Satã.

O nome da operação faz alusão a um explosivo de alto poder letal que foi utilizado na ação criminosa. O material pode ser fabricado a partir de substâncias de fácil acesso e por isso é um dos mais utilizados por seguidores do grupo extremista autodenominado Estado Islâmico.

Explosão

A explosão aconteceu no dia 03 outubro e segundo a polícia, a mulher que é profissional de educação física, teria participado de todo o esquema, ficando responsável por auxiliar na fuga dos dois assaltantes e ainda ajudaria na lavagem do dinheiro.

No dia do crime, os envolvidos não conseguiram levar o dinheiro e fugiram logo depois. Os dois primeiros suspeitos, um de 26 e outro de 21 foram presos em uma ação conjunta das polícias Militar e Civil horas após o crime.

 

 

 

AO VIVO