JBS Coronavírus
Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
21ºmin
TRANSPORTE ILEGAL

Em menos de 24h polícia apreende duas cargas de madeira em Araguaína

20 abril 2020 - 09h20Por Redação

Quase 41 metros cúbicos de madeiras transportadas ilegalmente foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite do último sábado (18), no km 160 da BR 153, em Araguaína no Norte do Tocantins. Essa foi a segunda apreensão em menos de 24 horas. 

O flagrante aconteceu durante fiscalização de rotina, quando foi abordado um caminhão que transportava madeira (Sumaúma Vermelha e Faveira), com nota fiscal de 37,129 m³ de madeira dos tipos madeira serrada (viga e caibro). No entanto,  os agentes constataram que o caminhoneiro também transportava madeira do tipo ripa e tábua que não constavam no documento fiscal. 

Solicitado a guia florestal para transporte da matéria prima, o condutor informou que não possuía o referido documento. Diante das irregularidades, a Polícia Militar Ambiental foi acionada para dar continuidade aos procedimentos legais. 

O condutor foi conduzido para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil e Diante das informações obtidas foram constatados pode responder por transporte de madeira, lenha, carvão sem licença válida e Transporte de mercadoria nacional sem nota fiscal.

Duas Apreensões

Essa foi a segunda apreensão de caminhão de madeira pela PRF de Araguaína em menos de 24 horas. O primeiro caso aconteceu na madruga de sábado (18), quando um caminhoneiro de 37 anos foi detido em flagrante depois de tentar subornar agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) ao ser solicitada documentação pessoal, do veículo e da carga.  O condutor que não teve identidade divulgada, entregou referida documentação acompanhada de R$ 200,00 (duzentos reais). Ao ser indagado sobre o dinheiro, disse que seria “cafezinho do guarda”.

Além do suborno, o homem foi flagrado transportando anfetamina, documento falso, bem como divergência na quantidade de madeira carregada e o que estava discriminado na Nota Fiscal. 

AO VIVO