Menu
Busca sábado, 25 de setembro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
23ºmin
NORTE DO ESTADO

Idoso tenta esticar rede de pesca em rio, fica sem forças e morre afogado

31 agosto 2021 - 16h33Por G1 Tocantins

O lavrador Raimundo Pereira Ramos, de 66 anos, morreu durante uma pescaria no rio Tocantins em Aguiarnópolis, na região norte do Tocantins. Uma testemunha contou ao Corpo de Bombeiros que a vítima estava tentando esticar uma rede de pesca na água, mas ficou sem forças e desapareceu.

O afogamento aconteceu abaixo da Usina Hidrelétrica de Estreito durante o fim de semana. A testemunha disse que estava pescando junto com o lavrador, mas ficou na margem e devido sua idade não conseguiu ajudar o amigo.

Raimundo Pereira foi a nado esticando uma rede de pesca, dentro do rio, e quando estava distante gritou dizendo que ficou sem forças e não conseguia mais nadar. Nesse momento submergiu e não foi mais visto.

Os bombeiros fizeram a avaliação do local e começaram a fazer buscas submersas em uma área de aproximadamente 200 metros. Durante os trabalhos, o corpo da vítima boiou a cerca de 80 metros da margem do rio e aproximadamente 20 metros de onde os mergulhadores estavam.

O local apresentou como características profundidade entre 6 e 12 metros, visibilidade transparente e sem correntezas. O corpo foi resgatado e levado até a margem do rio, onde a Polícia Científica fez a perícia e depois o corpo foi entregue a uma equipe do IML de Tocantinópolis.

Mortes por afogamento

Afogamentos têm se tornado cada vez mais comuns no Tocantins. Levantamento dos bombeiros mostra que apenas no primeiro semestre deste ano foram 42 casos. Desde julho, outras quatro mortes aconteceram, totalizando 46 vítimas – sem contar esta em Aguiarnópolis.

Abril foi o mês com a maior quantidade de óbitos, nove no total, seguido por maio com sete casos e fevereiro com seis.

Bombeiros durante buscas por homem no rio Tocantins — Foto: Bombeiros/Divulgação

 

AO VIVO