Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
23ºmin
JÚRI POPULAR

Jovem é condenado a quase 14 anos de cadeia por matar o próprio amigo a facadas

27 outubro 2020 - 16h30Por Redação

Um homem foi condenado a quase 14 anos de prisão durante Júri Popular, realizado nesta terça-feira (27), em Araguaína, no Norte do Tocantins. 

O crime aconteceu em 2017, quando Leomar Oliveira Nascimento matou Silvane Lopes Mouzinho à golpes de faca. Segundo a polícia, os dois haviam se desentendido enquanto consumiam bebida alcoólica em um bar.

O acusado deixou o local e retornou com uma faca, desferindo vários golpes no pescoço da vítima, quando ela estava de costas e distraída.

Segundo a decisão do conselho de sentença, o réu tinha intenção de matar e cometeu o homicídio dando poucas chances de defesa a Silvane.

Leomar foi condenado a 13 anos, 10 meses  e sete dias de prisão. Ele já respondia a outros processos no estado do Maranhão e poderá recorrer da sentença, mas continuará recluso por decisão da Justiça.

O Promotor de Justiça Pedro Jainer Clarindo atuou na acusação em plenário.

Sessões do Júri em Araguaína

Este foi o segundo Júri realizado esta semana. Na segunda-feira (26), Francimar Queiroz de Oliveira foi condenado a 14 anos de prisão pelo feminicídio de sua ex-companheira, Soraia da Costa, em Santa Fé do Araguaia, em 2019.

Um terceiro júri previsto para acontecer ainda esta semana, na quinta-feira (29), quando Kenneth Handerson Coelho Lima será julgado pela tentativa de homicídio qualificado, ocorrido em 2017. O réu já tem condenação de mais de 10 anos por roubo, receptação, associação criminosa armada, porte de arma de fogo e posse de drogas. Além de mais três anos por uso de documento falso.

 

 

 

AO VIVO