Menu
Busca sábado, 19 de junho de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
20ºmin
CRIME BRUTAL

Mãe e filho são mortos a pauladas; namorado da vítima é preso e confessa o crime

14 maio 2021 - 09h42Por Redação

Uma mulher que foi encontrada morta nesta quinta-feira (13), a pauladas junto com o filho de sete anos em Cariri do Tocantins, no sul do Estado, recebeu mensagens com ameaças feitas pelo namorado.

O corpo de Benilde Pereira Milhomem e do seu filho Enzo Daniel Milhomem Soares foram encontrados por um agente comunitário de saúde. O homem teria ido até a casa da família, que fica na zona rural, para fazer uma visita. Segundo a Polícia Civil, o principal suspeito do crime é o companheiro da vítima, Cleudson Ferreira de Almeira (38 anos).

As investigações serão aprofundadas para que possamos esclarecer toda a dinâmica dos fatos. Por enquanto sabemos que o crime teria sido praticado em virtude do ciúme exacerbado que o autor tinha com relação a sua companheira”, ponderou o delegado responsável pelo caso, Joadelson Albuquerque.

A prisão ocorreu logo após a notificação do crime, quando foram iniciados as diligências. Inicialmente, os policiais pensavam que o suspeito teria fugido para a cidade de Formoso do Araguaia. Porém, depois de checarem a informações, eles descobriram que ele ainda estava escondido na zona rural de Cariri, onde foi abordado e sem oferecer resistência, foi preso em flagrante.

De acordo com o delegado Albuquerque, após ser preso, Cleudson Ameira teria confessado o crime. A motivação seria um ataque de ciúmes. Isso também foi reforçado com uma afirmação da Polícia Militar (PM), de que o suspeito havia confessado a autoria dos homicídios da namorada e do enteado.  A suposta participação de um adolescente também está sendo investigada.

Após os procedimentos no local do crime, os corpos da mãe e da criança foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Gurupi. Não foi divulgado nenhuma informação sobre onde e quando será realizado o enterro.

A investigação

De acordo com o delegado Albuquerque, o celular da vítima foi apreendido no local do crime.  Ao analisar o aparelho, a autoridade policial disse que “deu pra ter certeza de algumas ameaças que a mesma estava sofrendo”.

Além do telefone, foi apreendido um pedaço de pau, que teria sido usado para espancar a mãe e a criança até a morte. Após a prisão, o homem foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória (CPP) de Gurupi.

O suspeito deverá passar por uma audiência de custódia, onde irá saber se vai responder o crime em liberdade ou não. A perícia foi solicitada para investigar a dinâmica dos fatos na noite do assassinato.

AO VIVO