Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
PERIGO ONLINE

Menina é estuprada após fazer amizade com falso garoto em rede social

08 janeiro 2020 - 19h32Por Mais Goiás

Uma menina, de 12 anos, foi estuprada e mantida em cárcere privado por cinco dias. Ela estava com um casal que foi preso em flagrante no último sábado (4). Suspeitos utilizaram as redes sociais e se passaram por adolescente de 14 anos para marcar encontro e fugir com a estudante.

O caso conteceu em Itumbiara, na região Sul de Goiás. O delegado responsável pelo caso, Ricardo Chueire, conta que a garota foi encontrada na residência dos suspeitos pela própria família. A vítima desapareceu no último dia 30 de dezembro e os familiares passaram a investigar o paradeiro e as redes sociais da menina por conta própria.

Segundo expõe o investigador, a família encontrou mensagens trocadas entre o suspeito, que possuía ao menos cinco perfis falsos. Após descobrirem que a vítima havia marcado encontro com o suposto garoto, os parentes se deslocaram para o endereço combinado.

Equipes da Polícia Militar (PM) foram acionadas e impediram a fuga do casal com a garota. Os suspeitos foram presos em flagrante. “A adolescente foi iludida pelas redes sociais e era mantida na residência do casal. O homem falava para ela não sair para não ser encontrada e evitar problemas. Eles alegam que o plano era fugir com a menina”, disse Chueire.

O envolvimento da mulher do principal suspeito com o caso é apurado.

Violência psicológica

Aos militares, a vítima informou que após o primeiro ato sexual pediu para que o suspeito a levasse para a casa da família, mas o pedido não foi atendido. Consta no Boletim de Ocorrências da corporação que o autor, a todo momento, manteve a menina presa no imóvel através de ameaças psicológicas. Ele, segundo o relato, dizia que a mãe da vítima já havia morrido e que se fosse embora, a mesma iria ser levada para o Conselho Tutelar.

O casal, que não possui passagens, irá responder por cárcere privado. O homem também deve responder por estupro de vulnerável já que manteve relações sexuais com a adolescente.

AO VIVO