Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
NORTE DO TOCANTINS

Meninas são estupradas após marcarem encontro com dois homens pela internet

15 junho 2020 - 11h53Por Redação

Um jovem foi preso suspeito de envolvimentoo no estupro de duas meninas de 12 e 13 anos neste final de semana na região Norte do Tocantins.

De acordo com informações preliminares, as duas adolescentes que são amigas e moram na cidade de Ananás, teriam marcado encontro com os dois jovens pela internet e logo depois foram levadas para a cidade de Riachinho onde os estupros aconteceram. 

A Polícia Militar foi acionada por uma Conselheira Tutelar na manhã de sábado (13), no Hospital Municipal de Ananás depois que as duas menores deram entrada na unidade suspeitas abuso sexual. Segundo a mãe de uma das meninas, ela suspeitou de um sangue no vaso do banheiro e ao questionar a filha sobre o que estava acontecendo ouviu o relato dela de que junto com a amiga de 12 anos viajou até a cidade vizinha onde tiveram relação sexual, sendo ela com um homem de 22 anos e a amiga com outro envolvido de idade não divulgada. 

O médico plantonista confirmou que as duas foram estupradas sendo que uma delas foi inclusive necessária a realização de pontos em seu órgão genital que sofreu lacerações durante o ato de abuso. 

Em depoimento à polícia, as meninas disseram que conheceram os envolvidos pela internet e marcaram o encontro através de uma rede social e que o homem de 22 anos pegou as duas em uma quadra de esportes em Ananás e às levou para Riachinho na noite o crime. Depois disso ele trouxe elas de volta. 

O suspeito de 22 anos foi localizado pela PM e confessou o crime, alegando que houve consentimento da vítima. Ele foi levado para a central de flagrantes de Tocantinópolis. O outro suspeito fugiu, mas foi identificado e está sendo procurado pela polícia. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil e deve correr em segredo de justiça.

Vale ressaltar que segundo a lei brasileira, qualquer ato libidinoso ou sexual com menores de 14 anos é considerado estupro, pois as vítimas são vulneráveis. Neste caso, são irrelevantes o histórico sexual da vítima ou a existência de consentimento.

AO VIVO