Menu
Busca quinta, 24 de outubro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
33ºmax
22ºmin
Assembleia Legislativa - Emendas para saúde
JOGO DO BICHO

Polícia Civil desmantela quadrilhas do Jogo do Bicho

24 fevereiro 2011 - 17h20

A Polícia Civil desmantelou nesta quarta-feira, 23, quadrilhas que atuavam com Jogo do Bicho na Capital e em diversas cidades do interior do Estado. As Operações foram determinadas pelo delegado-geral da Polícia Civil, da Secretaria da Segurança, Justiça e Cidadania, João Luiz Pompeu de Pina.

Na capital a Operação levou o nome de “Sorte ou Azar” e resultou na prisão de: Paulo Cesar dos Santos, José Dias Oliveira Neto, Elias Pereira da Silva, Aldorando Alves Costa, Moacir Custódio Jorge e Sidnei Machado Soares. Os seis autuados responderão pelo crime de explorar ou realizar a loteria denominada jogo do bicho e podem pegar pena de prisão simples, de quatro meses a um ano de reclusão.

Foram apreendidos: máquinas de apostas, bolsas plásticas, bobinas para registro de apostas, agenda para anotações, aparelhos celulares, chips para celulares, blocos de jogos, canhotos de comprovantes de jogos extraídos de máquinas, blocos de fazer jogos do bicho do tipo “Kuringa”, entre outros equipamentos.

Durante a operação foi preso em flagrante, Luiz Silva de Oliveira, pela posse irregular de arma de fogo. Luiz pagou fiança e foi liberado.
 

Paraíso do Tocantins
A operação foi comandada pelo Delegado de Polícia Luciano Barbosa de Souza Cruz, que contou com o apoio dos Delegados Cassiano Ribeiro Oyama e Lorena Josephine Oyama e de vários agentes de polícia lotados nas Delegacias do município.

Foram identificados na cidade, três pontos de “jogo do bicho”, um aberto ao público e dois em ambientes residenciais, razão pela qual, nestes últimos, as diligências foram efetuadas com ordem judicial de Mandado de Busca e Apreensão, expedida pelo Juiz Titular do Juizado Especial Criminal da comarca de Paraíso.

Ao todo, foram autuadas três pessoas, sendo elas Domingos Gomes de Almeida, 71 anos de idade, Francisco Gonçalves da Silva, 64 anos de idade e João Moisés Viera, de 50 anos de idade. Este último foi identificado como o chefe do “jogo do bicho” na cidade de Paraíso do Tocantins.

Entre os objetos apreendidos estão diversos blocos da loteria clandestina denominada Loteria MC, livros caixas de controle financeiro da contravenção penal e ainda pequena quantia em dinheiro.


Gurupi
Em Gurupi, os policiais Civis, da 3ª. Delegacia Regional de Policia Civil cumpriram quatro mandatos de busca e apreensão que resultou nas prisões de: Luiz Feitoza de Lima, Laudimiro Alves Ribeiro, Milton Ribeiro de Oliveira, Miguel Lima Reinaldo, Claudineia Nonato Dias e de Genesis Bezerra da Luz.

Foram apreendidos: uma motocicleta, um capacete, aparelhos celulares, envelopes, comprovantes de jogos, talões de jogos, livros de registro de resultado, máquina operadora de cartão de crédito, panfletos de divulgação de jogo do bicho, CPUs, livrinhos ilustrados com animais, diversos papeis referentes à movimentação financeira supostamente do jogo do bicho, comprovantes de depósito em dinheiro, dinheiro em moeda corrente (ainda não informado) e várias outros itens.

Araguaína
A Operação para prender a quadrilha, que atua com Jogo do Bicho em Araguaína, foi intitulada como “Operação Bestializado”. Durante a ação os agentes da Polícia Civil cumpriram quatro mandatos de busca e apreensão expedidos pelo Juiz da Vara Especial Civil, Kilber Correia.

Foram apreendidos 2 armas, tipo revolver calibre 38 e uma carabina calibre 38, uma grande quantidade de material para aposta, aparelhos celulares, computadores e agendas para anotações.

Segundo informações de agentes da Polícia Civil, os acusados que foram conduzidos à delegacia são: Lucimar da Silva milhomem de 42 anos que responderá pelos crimes de contravensão e prática do Jogo do Bicho. O outro acusado autuado em flagrante foi, Alcides Batista Borges, 58 anos, que além de responder pelos crimes de contravensão e prática do Jogo do Bicho também é acusado de porte ilegal de armas de fogo.

AO VIVO