Menu
Busca segunda, 17 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
32ºmax
22ºmin
Clique Wizard 300x250
PRISÃO

Polícia Civil prende assaltante do Banco Brasil de Taguatinga

03 março 2011 - 09h42

A Polícia Civil prendeu na tarde desta quarta-feira, 03, um dos acusados do assalto ao Banco do Brasil de Taguatinga, cidade localizada a 447 km de Palmas, ocorrido no dia 14 de dezembro. Francisco Nery da Silva, vulgo “Jotinha”, 28 anos, foi preso em Palmas por meio de mandado de prisão temporária.

A equipe do GOTE – Grupo de Operações Táticas Especiais, o diretor de Polícia do Interior, Marcelo Santos Falcão Queiroz e o Agente da Polícia Civil, Calleb Pereira da Silva, apoiaram no cumprimento do mandado.

As investigações do caso foram realizadas pelo delegado da 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Dianópolis, Claudemir Luiz Ferreira.

Também foi apreendido no fim da data de ontem, em Goiânia-GO, a caminhonete S-10 cabine dupla preta, utilizada no assalto. O mandado de busca e apreensão, fruto do trabalho da Polícia Civil do Tocantins, foi cumprido pela equipe da 8º R.P.C. e por Policiais do GAB, daquele município. Na ocasião da prisão os policiais conseguiram descobrir um local que funcionava de escritório de racker.

Em 14 de dezembro, data do assalto, o grupo de homens seqüestrou a família do Gerente do Banco do Brasil de Taguatinga e obrigou o gerente a ir até o Banco fazer o saque. O pagamento no valor de R$ 315 mil reais foi deixado às margens da BR 242. Após o pagamento, a família do gerente foi liberada.

Durante a fuga, os assaltantes abandonaram a camionete S-10 cabine simples prata, na BR 242, via de acesso à cidade de Luís Eduardo Magalhães.
 

De acordo com o delegado Claudemir, a partir da caminhonete a polícia conseguiu chegar a um dos acusados do assalto, Raimundo Nonato Gomes Júnior, 33 anos. Essa pessoa se apresentou e responde pelo crime em liberdade.


O terceiro autor do crime, Michael Solon Costa Guimarães, que está com mandado de prisão para ser cumprido. Foi preso pela Polícia Civil de Goiás após tentativa de roubo em Mineiros - GO. Na data foram presas em flagrante mais três pessoas que não tem envolvimento com crime de Taguatinga.

A quadrilha agia nos estados do Tocantins, Goiás, Mato Grosso e Pará. O quarto acusado do assalto está foragido. (Da Ascom SSJC)

 

AO VIVO