Menu
Busca domingo, 05 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
32ºmax
23ºmin
CASO ANDRESSA DONÁ

MPE denuncia suspeito de assassinar mulher em Tocantinópolis

21 março 2011 - 16h48

Nesta segunda-feira, 21, o Ministério Público Estadual (MPE) ofereceu denúncia contra Erisvaldo Lima Silva, suposto responsável pelo assassinato de Andressa Gomes Doná, jovem de 29 anos que morava em Tocantinópolis, a 570 Km de Palmas, extremo norte do Tocantins. O crime ocorreu no último dia 2, quando a vítima fazia caminhada nas proximidades do Estádio Lauro Assunção.

Na denúncia, o Promotor de Justiça Fernando Sena alega que após roubar o relógio e a aliança de Andressa, o suspeito abusou sexualmente dela, deixando-a desmaiada no meio do matagal, local onde veio a falecer por falta de socorro imediato. Erisvaldo Silva, 37 anos, atualmente está preso e ao ser interrogado pela autoridade policial confessou ter cometido outros crimes. Na Comarca de Imperatriz (MA) há mandado de prisão expedido contra ele, que ainda não foi cumprido, além de vários processos.

Além de latrocínio e estupro, Erisvaldo foi denunciado por falsa identidade, uma vez que, entre dezembro de 2010 e março deste ano, para obter vantagem em proveito próprio apresentou-se com, pelo menos, quatro nomes diferentes, conforme mostrou procedimento apuratório.

Por ter subtraído para si, mediante violência, bens pertencentes a Andressa Doná, tendo como consequência a morte da vítima, em razão da violência sofrida, por ter praticado atos libidinosos com a vítima desfalecida, sem nenhuma capacidade de oferecer resistência, e por ter atribuído a si nomes falsos em várias oportunidades, encontra-se o suspeito incurso em três crimes, previstos no Código Penal”, argumentou o Promotor. (Da Ascom MPE/TO)

AO VIVO