Menu
Busca quinta, 24 de outubro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
33ºmax
22ºmin
Assembleia Legislativa - Emendas para saúde

Acusados de formação de quadrilha são condenados á prisão em Araguaína

14 outubro 2010 - 11h45

Após denúncia formulada pelo Ministério Público Estadual (MPE), quatro homens acusados de formação de quadrilha armada e transporte ilegal de arma de fogo foram condenados pelo juízo da 1ª Vara Criminal de Araguaína no início deste mês.

Edson Clayton Correa Cruz, José Antônio Correa Cruz, Raimundo Nonato Barbosa de Sousa e José Nilton Rocha de Sousa teriam se associado, em quadrilha armada, para a prática de crimes contra o patrimônio, em especial roubo de cargas, atuando no sul do Maranhão, Pará e também no Tocantins.

Eles foram presos no mês de junho, em Araguaína, quando preparavam o roubo a uma carga de cigarros da empresa Souza Cruz. Com os agentes foram apreendidos também uma pistola calibre 380, 16 munições, celulares, bandanas e roupas que seriam usadas no assalto.

Durante o processo, o Ministério Público produziu provas que demonstram a atuação do grupo nos três Estados da Federação. José Antônio possui ainda condenação na Comarca de Amarante/MA, por ter praticado roubo ao Banco do Estado do Maranhão, e Edson Clayton responde a processo em Parauapebas/PA por roubo de uma carga de cigarros daquela empresa. Tal processo estava suspenso aguardando a prisão do acusado.

Edson Clayton recebeu uma pena de 7 anos, 2 meses e 15 dias de reclusão; José Antônio cumprirá 8 anos e 2 meses, enquanto Raimundo Nonato e José Nilton foram condenados ao cumprimento de 5 anos e 6 meses de reclusão. Todos deverão iniciar o cumprimento das penas em regime fechado, além de pagar multa.

Os acusados, que são presumidos inocentes até decisão final, ainda podem recorrer da sentença. (Com informações da assessoria de imprensa do MPE).

AO VIVO