Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
30ºmax
22ºmin
ANANÁS

Polícia Civil prende cinco pessoas acusadas de homicídio

26 maio 2011 - 10h59

Agentes da Polícia Civil, da 2ª Delegacia Regional de Ananás do Tocantins prenderam, após investigações, na última terça-feira, 24, em Cachoeirinha do Tocantins, cinco pessoas suspeitas de cometer o homicídio (roubo seguido de morte) de Hélio Lopes dos Reis, de 23 anos.

Foram presos mediante mandados de prisão: Marcos Teixeira Morais, Vulgo “Baixinho”; Helom Alves Brito; Waglesio Luis de Carvalho, Vulgo “Tom”; Wilter Luis de Carvalho Silva, Vulgo “Hitinho”; e Wkesley Miranda Almeida, Vulgo “Queque”.

O crime contra Hélio ocorreu em 30 de abril deste ano, nas proximidades de um bar, no município de Cachoeirinha. Ele foi espancado e esfaqueado. De acordo com a Polícia Civil, a ação foi realizada por motivo fútil e executada de maneira cruel por um grupo de jovens.

Ainda na semana do crime, foram presos mediante Mandado de Prisão Temporária, Jocielson dos Santos Freitas e Ercio Valter Lopes, vulgo “Chapola”. Os dois tiveram a prisão preventiva decretada pelo Juiz da Comarca de Ananás/TO.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações e titular da 2ª DPC de Ananás do Tocantins, Afonso José Azevedo de Lyra Filho, o Inquérito Policial sobre o caso, será concluído até ao final desta semana. “A Polícia Civil recebeu o apoio da Polícia Militar de Cachoeirinha no cumprimento dos cinco mandados de prisão”, disse.

Os cinco, Marcos, Helom, Waglesio, Wilter e Wkesley estão na Cadeia Pública de Ananás/TO à disposição da Justiça. No total, foram presas sete pessoas envolvidas na morte de Hélio Lopes, todas em virtude de investigação da Polícia Civil e mediante decisão Judicial. (Da Ascom SSJC)
 

AO VIVO