Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
30ºmax
22ºmin
OPERAÇÃO POLICIAL

Operação Inconfidente cumpre sete mandados de busca e apreensão

01 junho 2011 - 14h56

Agentes da Polícia Civil realizam, desde às 6 horas, da manhã desta quarta-feira, 01, a “Operação Inconfidente”, nos municípios de Palmas, Miranorte e Aparecida do Rio Negro. Na ação serão cumpridos sete Mandados de Busca e Apreensão às residências de Pedro Paulo Ferreira, Mário Ferreira Neto, Stalin Beze Bucar, Raimundo Nonato Carneiro, Viviane Raquel da Silva, Délio e ao escritório de Stalin Beze Bucar, em Miranorte.

O objetivo é reprimir o crime organizado, inclusive quanto aos crimes praticados contra a administração pública, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e homicídio, além de subsidiar investigações em curso referente ao homicídio do Oficial de Justiça VANTHIEU RIBEIRO DA SILVA, da Comarca de Miracema, desaparecido no dia 20 de março de 2011.

O trabalho policial consiste em realizar buscas nos alvos para localizar e apreender armas de fogo ou quaisquer outros bens ilícitos ou de origem ilícita, mídias, computadores, documentos etc. Os policiais deverão ainda proceder à oitiva dos indiciados, testemunhas e informantes.

A operação cumpre ordem do Delegado-Geral de Polícia Civil, João Luis Pompeu de Pina, sendo coordenada pelo titular da Delegacia Estadual de Investigações Criminais Complexas – Deic, Evaldo de Oliveira Gomes. Está sendo empregado um contingente de 46 (quarenta e seis) Policiais Civis, da DEIC e do GOTE, formando 07 (sete) equipes de buscas.

A designação “inconfidente” foi escolhida por ter sido a inconfidência de VANTHIEU para com o grupo criminoso, que atuava no Fórum da Comarca de Miracema do Tocantins, a motivação do assassínio. O serventuário da justiça foi morto como “queima de arquivo”. Por trás do esquema, havia colegas de profissão, uma Juíza de Direito, Promotora de Justiça e advogados.

O corpo de VANTHIEU foi localizado às margens da Rodovia TO–010, no dia 25. Apresentava uma perfuração provocada por disparo de arma de fogo na cabeça e estava amarrado com cordas. (Da Ascom SSP)
 

AO VIVO