Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
31ºmax
23ºmin
PRISÃO

Polícia Civil autua três pessoas por estupro de vulnerável

28 julho 2011 - 18h18

Lourenço Silvino de Souza, de 63 anos, Maria da Paz Lima de Sousa, 53 anos e Paulo Rocha Naves da Silva, de 23 anos, foram autuados em flagrante pela Delegada adjunta da Delegacia de Proteção a Criança e Adolescente de Palmas por crime de estupro, contra L.L.S, uma criança de 11 anos de idade na tarde desta quinta-feira, 28.

Segundo a Delegada, Lourenço Silvino de Souza, pai da criança, já tinha passagem pela polícia por suspeita de ter abusado sexualmente das outras filhas. A mãe, Maria da Paz Lima, que também foi detida em flagrante, sabia de tudo, mas nunca denunciou o marido. Paulo Rocha Naves da Silva, conhecido da família, também foi preso, pois o mesmo teria molestado a menina durante a madrugada desta quinta-feira, 28.

A polícia chegou até os suspeitos por meio de denúncia, a criança, muito abalada pediu socorro a uma comerciante, que imediatamente ligou para a PM. Ao chegar a casa, a menina relatou aos policiais que vinha sendo estuprada pelo pai e por Paulo e disse ainda que a mãe foi conivente ao fato.

Os três suspeitos foram autuados em flagrantes e vão responder pelo crime de estupro de vulnerável, capitulado pelo Artigo 217 A, da lei 12.015/2009. Depois de ouvidos Lourenço Silvino de Souza, pai da vítima, e Paulo Rocha Naves da Silva foram encaminhados para a Casa de Prisão Provisória de Palmas. Maria da Paz Lima, mãe da criança, foi conduzida para a unidade prisional feminina de Palmas. (Da Superintendência de Mídia/SSP)


 

AO VIVO