Menu
Busca quinta, 01 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
22ºmin
PELO TELHADO

Fuga em massa: 6 presos são recapturados e 4 estão foragidos

01 dezembro 2011 - 18h27

Da Redação


No início da tarde desta quinta-feira, 01, durante o banho de sol de cinquenta presos, dez deles fugiram da Casa de Prisão Provisória de Araguaína.

Para a fuga, os detentos utilizaram cordas artesanais e suspensos próximo ao telhado cerraram grades subiram no teto e fugiram pela frente da Unidade Prisional. Os agentes só perceberam a ação dos bandidos, porque parte do telhado não resistiu ao peso dos fugitivos e veio ao chão. Com o barulho, os agentes perceberam que estava acontecendo uma fuga em massa e imediatamente foram em busca de recapturá-los, dois deles ainda foram detidos em frente à cadeia pública, e mais quatro foram recapturados nas proximidades da Unidade. Foram eles: Alex Santos de Camargo, Andersom de Araújo Sousa, Hemerson Pereira de Morais, Maikon Cristiano Lima, Izael de Sousa Araujo e Walisson Bezerra.

De acordo com informações do chefe da Casa de Prisão, Magno Reis, a ação dos criminosos foi planejada já que pelo menos um comparsa foi avistado em uma moto ajudando na fuga de dois dos detentos: “Um dos agentes penitenciários efetuou um disparo em direção aos bandidos, um deles levantou as mãos e garantiu que se entregariam, quando nosso agente baixou a arma, eles nem desceram da moto e o piloto acelerou e fugiu”, disse Reis ressaltando que não foi efetuado mais disparos, já que o rumo tomado pelos foragidos era próximo a uma escola.

Até o momento quatro detentos ainda permanecem foragidos: José Domingos Correia, Klésio Sousa Santos Raimundo Francisco Nascimento e Rodrigo Sousa Luz. Além de agentes penitenciários, a Polícia Militar com equipe especializada (Giro e COE), continuam em busca dos foragidos. O Helicóptero da Segurança Pública do Estado, também foi acionado para dar suporte à operação e está sobrevoando a cidade em busca dos detentos.

Ainda de acordo com informações de Magno Reis, os foragidos são considerados de alta periculosidade e cumprem pena pelos crimes de homicídio, tráfico, assalto e latrocínio (roubo seguido de morte).

Confira a foto dos foragidos logo abaixo:
 

         
  



  




 

AO VIVO