Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
33ºmax
22ºmin
TRAGÉDIA

Quatro pessoas da mesma família morrem após elevador despencar do nono andar de prédio

31 dezembro 2019 - 07h36Por G1 Santos

Quatro pessoas da mesma família morreram após um elevador despencar do nono andar de um edifício da Marinha em Santos, no litoral de São Paulo, na noite desta segunda-feira (30). De acordo com o Corpo de Bombeiros, não havia mais ocupantes no interior da cabine no momento do acidente.

Segundo a Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), as vítimas são a esposa e familiares de um suboficial da Marinha.

Conforme apurado pelo G1, a queda do equipamento aconteceu em um edifício residencial localizado na Rua Guararapes, no bairro Vila Belmiro, por volta das 20h. Até a última atualização desta reportagem, as causas do acidente permaneciam em apuração.

Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, da Defesa Civil do Santos e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas para atender à ocorrência. A perícia também se dirigiu ao local. Os corpos foram retirados já na madrugada de terça-feira (31).

Segundo a Defesa Civil, as vítimas estavam em um elevador de serviço no momento do acidente. A Rua Guararapes foi totalmente interditada por equipes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) de Santos.

Nota da Marinha
A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), informa com pesar a ocorrência de acidente com o elevador do Edifício Tiffany, Próprio Nacional Residencial de militares na cidade de Santos, que lamentavelmente vitimou a esposa e mais três familiares de um militar que serve na CPSP.

O Capitão dos Portos de São Paulo e a Tripulação da Capitania transmitem as condolências aos familiares e amigos pela inestimável perda. A Marinha está dando todo o suporte possível às famílias. O respectivo Inquérito Policial Militar será aberto para apurar o ocorrido.

Prefeitura de Santos
A Prefeitura de Santos lamenta profundamente a morte das vítimas do acidente no elevador de serviço do Edifício Tiffany. Equipes do SAMU foram acionadas e prestaram socorro imediato ao chamado e a Defesa Civil acompanhou o atendimento e apuração da ocorrência.

Segundo a Prefeitura, um engenheiro da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Edificações também foi ao local, acompanhado da equipe técnica da empresa que presta serviços de manutenção dos elevadores do prédio, para acompanhar o início das investigações sobre as causas da queda da cabine.

Em cumprimento à legislação municipal, cabe à empresa a responsabilidade de garantir a segurança do funcionamento dos elevadores. A Prefeitura faz fiscalizações periódicas em edifícios e especialmente em duas situações: denúncias na Ouvidoria Municipal ou observação de alteração no funcionamento do equipamento nos relatórios de regularidade.

A Ouvidoria Municipal aponta também que, até a presente data, não recebeu nenhuma denúncia ou registro de ocorrência sobre possíveis irregularidades no endereço do acidente. A Prefeitura ainda informa que todos os documentos relativos ao elevador em questão serão disponibilizados às autoridades policiais.

AO VIVO