Menu
Busca quinta, 02 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Assembleia Legislativa
"SENTENÇA DE MORTE"

Suposto aluno ameaça matar professores e colegas de escola em Araguaína

05 março 2020 - 19h58Por Redação

"Através deste post faço uma sentença de morte ao colégio polivalente cem castelo branco"[sic], esse é o trecho final de uma postagem publicada em uma rede social e que tem aterrorizado alunos, professores e outros servidores do colégio estadual localizado em Araguaína, Norte do Estado.  

Um print encaminhado para a Redação do Portal O Norte, mostra na íntegra a publicação que teria sido postada às 22h41 do último domingo (1). No texto, a pessoa se apresenta como aluno da unidade, afirma que se considera um estudante "extraordinário" mas deixa claro que se sente menosprezado na escola: "...por causa de vocês me sinto burro..." declara e desabafa que por conta disso estaria com depressão. 

Diante do exposto a pessoa chega a comentar estar planejando uma espécie de vingança, dizendo que conseguiu uma arma de fogo e vai além: "...estou disposto a levantar tiros contra vocês todos em qualquer dia da semana...e irei fazer isso por prazer".

Se sentindo intocável, o suposto aluno da escola desafia até as autoridades policiais para descobrir sua identidade e dá uma "dica aleatória": "...estou nesta escola como um comum". Ele afirma ainda que espera que todos interpretem a mensagem como uma verdadeira ameaça e por fim declara que a vingança incluiria "TODOS OS PROFESSORES SEM FALTA"

Para ilustrar a postagem, a pessoa publicou em anexo, uma foto da escola salva através da internet e por cima da imagem acrescentou o desenho de uma caveira com chifres e na testa escrita a sigla que representa o colégio "CCB".

A mensagem viralizou nas redes sociais e na escola trouxe o medo e caos para quem precisa ir para o prédio todos os dias, seja para estudar ou trabalhar. 

No print que circula via WhatsApp não é possível identificar o perfil. A suspeita é de que o criminoso tenha postado a mensagem, printado e em seguida excluído a publicação no intuito de apagar os rastros digitais do mesmo. 

Veja a mensagem na íntegra:  

 

Diante da terrível ameaça, a direção do Colégio Cem castelo Branco acionou a Polícia Militar e registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil.

Em relação ao caso, a PM encaminhou nota à imprensa destacando que já está tomando providências. Além de patrulhamento nas imediações da escola ameaçada, o 2º Batalhão de Polícia Militar informa ainda que a Unidade trabalha com dois projetos sociais que atingem diretamente as escolas do município: o Programa Nacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) e “Cidadão do Futuro: Resgatando o Civismo”. Este último inclusive foi lançado na manhã dessa quarta-feira, 04, na Escola Estadual de Aplicação.

"Além de estreitar o vínculo com o público infanto-juvenil, o projeto social é uma importante ferramenta da Polícia Militar para falar com os estudantes sobre diversas temáticas dentre elas: valores, cidadania, civismo, combate às drogas e a violência", diz a nota.

AO VIVO