Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
23ºmin
NORTE DO ESTADO

Trio é preso suspeito de tentar matar a facadas pai, mãe e filho no meio da rua

26 agosto 2021 - 12h20Por SSPTO

Quatro pessoas foram presas em Arapoema pela Polícia Civil, um pelo assassinado em praça pública de um homem e outros três foram presos por um tripla tentativa de homicídio contra uma família no meio da rua. 

Primeiro caso

Está recolhido na Cadeia Pública de Colinas do Tocantins, um homem de 26 anos, principal suspeito pelo homicídio que vitimou o jovem Marcelo Gomes Brandão, de 29 anos. O crime ocorreu no último dia 22, em plena praça pública de Arapoema, sendo que o suspeito foi capturado por policiais civis da 38ª Delegacia de Polícia daquela cidade, comandados pelo delegado-chefe da unidade, Marco Aurélio Barbosa Lima, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva.  

Logo após tomar conhecimento do homicídio qualificado, a equipe da 38ª DP iniciou as investigações e conseguiu identificar o homem de 26 anos como o autor do crime. Com base nas informações, o delegado Marco Aurélio representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão do suspeito.

Motivação

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o homicídio teria sido motivado em razão de uma discussão banal entre o autor e a vítima durante consumo de bebida alcoólica. Em determinado momento, o autor sacou uma faca que carregava consigo e desferiu três golpes que atingiram o peito de Marcelo. Mesmo socorrido, a vítima não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu ainda no local.

Agora preso, o suposto autor ficará à disposição do Poder Judiciário e, se condenado pelo crime, poderá pegar até 20 anos de prisão.

 Outras prisões

Ainda no último dia 13, as equipes da 38ª DP identificaram e efetuaram as prisões de outros três homens, que são investigados por envolvimento em uma tripla tentativa de homicídio contra uma família, pai, mulher e filho, fato ocorrido em via pública, no dia 11 de agosto deste ano, por volta das 22h, em Arapoema. A motivação desse crime ainda é investigada pela Polícia Civil, uma vez que a família foi atacada com pauladas e também golpes de faca. Na ocasião, as vítimas só não morreram porque conseguiram se abrigar no hospital público da cidade para escapar dos agressores. 

Em todos os casos, a Polícia Civil do Tocantins, por meio da 38ª DP, agiu rápido e representou pela prisão preventiva dos investigados, objetivando manter a ordem pública na região. Sendo assim, todos os crimes cometidos contra à vida nas últimas semanas foram devidamente esclarecidos, e os autores que ainda não foram presos já estão identificados.

 Compromisso com a sociedade

Ao comentar as prisões e investigações, o delegado Marco Aurélio ressaltou o empenho e dedicação da equipe de policiais civis da 38ª DP, para o esclarecimento de todos os ilícitos cometidos em Arapoema e região. “Por meio de um trabalho investigativo firme e  constante, conseguimos elucidar todos os crimes praticados contra a vida nos últimos dias na região, trazendo de volta a paz e a tranquilidade à toda a população”, finalizou a autoridade policial.

AO VIVO