Menu
Busca domingo, 26 de setembro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
36ºmax
24ºmin
AÇÃO POLICIAL

Valentão é preso após invadir assentamento, ameaçar pessoas e atirar em morador

25 agosto 2021 - 16h13Por Ascom 5º BPM

Na tarde de terça-feira, 24, a Polícia Militar prendeu no Assentamento São Francisco, zona rural de Porto Nacional, um homem de 43 anos, por ameaça e tentativa de homicídio, após intimidar moradores do local e efetuar disparos de arma de fogo contra um homem de 42 anos.

Policiais militares foram acionados após o indivíduo chegar ao Assentamento São Francisco, ameaçando alguns moradores, além de atentar contra a vida de uma pessoa. Testemunhas relataram à equipe policial que o suspeito chegou ao local em um veículo Fiat Strada vermelho e em uma das chácaras, alegando ser policial. Com uma espingarda em mãos, ele exigiu que todos levantassem as mãos e efetuou dois disparos na fechadura da residência, revirando todos os pertences do local, fugindo em seguida.

Outra testemunha relatou que o suspeito chegou em sua sua chácara, e chamando a vítima (seu sogro), para que “saísse para morrer”, o alvejou com dois disparos efetuados com a espingarda. Disse ainda que, ao ouvir os disparos e visualizar o autor recarregando a arma, ele pegou um cabo de foice e golpeou o autor no braço para que cessasse agressão contra a vítima. O autor deixou a arma cair ao chão, e a testemunha, passou a golpeá-lo até que este desmaiasse. Ao acordar, o suspeito ainda teria ameaçado todos da residência antes de fugir do local. A arma utilizada pelo autor foi entregue aos policiais, pela testemunha.

De posse dessas informações, a equipe policial deslocou em diligências para localizar o autor, e este ao perceber a presença da polícia tentou empreender fuga pela mata, sendo impedido e detido pelos policias. O veículo utilizado foi encontrado escondido nas proximidades da chácara do autor e dentro dele três munições intactas e um cartucho deflagrado de calibre 28. 

A vítima dos disparos de arma de fogo foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e o suspeito que apresentava lesões na orelha, cabeça e braço esquerdo, segundo ele, causado pela testemunha (genro da vítima dos disparos), foi conduzido ao Hospital Regional de Porto Nacional e em seguida para Delegacia de Polícia Civil.

AO VIVO