Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
23ºmin
MIRA DA POLÍCIA

Vereador é suspeito de extorquir e ameaçar eleitor após vencer campanha política

19 novembro 2020 - 16h22Por Redação

Um homem de 45 anos foi preso, na terça-feira (17), por extorsão em Almas, no sudoeste do Tocantins. 

A polícia foi notificada pela vítima, que compareceu a delegacia do município e registou um Boletim de Ocorrência, denunciando um, até então, amigo que estaria o ameaçando de morte por causa de uma aposta.

Segundo a polícia, cada um escolheu um candidato a vereador e apostaram quem teria mais votos nas eleições municipais. A vítima afirma que, por estar entre amigos, tudo se tratava de uma brincadeira e que não teria que pagar o valor combinado.

O suspeito levou muito à sério a aposta e, após o resultado da apuração, foi cobrar o dinheiro, juntamente com o vereador que recebeu mais votos. Quando a vítima se recusou a pagar, foi ameaçado de morte.

Em depoimento, a vítima contou que depois que registrou o primeiro boletim por ameaça, o suspeito passou a ligar para seu celular, fazendo ameaças e que ele junto com o vereador foi em seu local de trabalho, para receber o dinheiro. Dessa vez, o político saiu de seu veículo e agrediu a vítima, deferindo tapas em seu rosto, e só parou quando foi contido por populares.

Ele foi novamente à delegacia e registou um novo BO, por ameaça e agressão física. Durante as investigações, a polícia descobriu que, com medo das ameaças, a vítima fez um pagamento no valor de R$ 4 mil ao suspeito.

Devido a isso, a polícia localizou o suspeito e realizou a prisão do mesmo. Ele foi encaminhado para a delegacia da Polícia Civil em Dianópolis e foi atuado em flagrante. Ele confessou o crime e disse que dividiria o dinheiro com o vereador, que também está sendo investigado.

Ele foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória da cidade, onde está à disposição da Justiça.

 

AO VIVO